Três meses depois de uma paragem sem precedentes no futebol europeu, os jogadores caíram igualmente em três categorias: aqueles em que a forma física está notoriamente pior, aqueles em que a forma física está notoriamente melhor e aqueles em que a forma física está praticamente inalterada. E Gonçalo Guedes, avançado do Valencia, enquadra-se claramente no setor intermédio. O avançado português regressou do isolamento com um físico mais trabalhado, mais forte e mais “crescido”, preparado para uma segunda metade de temporada em que o Valencia terá de ser quase perfeito para carimbar o acesso às competições europeias do próximo ano.

Depois de ser titular na primeira partida da retoma da liga espanhola, um empate em casa perante o Levante, Guedes começou no banco contra o Real Madrid e acabou por entrar já na segunda parte, num jogo em que os merengues não deram qualquer hipótese à equipa de Albert Celades e venceram com três golos sem resposta. Este domingo, na receção ao Osasuna, o avançado português voltava ao onze do Valencia — e respondeu da melhor maneira. 

Ainda antes de estar cumprido o primeiro quarto de hora, Gonçalo Guedes pegou na bola ainda no interior do meio-campo do Valencia. Correu, tirou um adversário da frente, tirou dois, caiu, levantou-se, não perdeu a bola, ultrapassou mais dois defesas e rematou já no interior da grande área, sem dar qualquer hipótese ao guarda-redes Rubén (12′). Um golo que fez lembrar Maradona e que foi completado por um passe milimétrico do português, já depois da meia-hora, para o segundo golo, por intermédio de Rodrigo (35′).

Depois da lesão que o afastou dos relvados durante quase três meses na primeira metade da temporada, Gonçalo Guedes é um dos jogadores que aproveitou a quarentena para se preparar para aproveitar e compensar o tempo perdido. Estreou-se a marcar esta época — ainda não tinha feito golo em nenhuma competição –, abriu a porta à vitória do Valencia, ajudou Rodrigo a dar a machadada final ao Osasuna e foi o destaque da equipa de Celades no Mestalla. E ainda tem oito jogos para mostrar tudo o que ficou por ver durante três meses.