Começou a temporada no banco, fez depois uma série de quatro jogos, voltou ao banco, assumiu depois a baliza no final da primeira volta e no início da segunda, deixou de ser opção, defrontou o Tondela no último encontro por castigo do então número 1. Ao longo da época, André Moreira tem dividido a titularidade no Belenenses SAD com Hervé Koffi. Ou estava no relvado, ou estava no banco. Hoje, foi parar à bancada. E se o guarda-redes do Burquina Faso se lesionasse não haveria suplente frente ao FC Porto. No final, tudo foi explicado.

O ADN de Pavão ou Seninho que constrói Otávios e Fábios (a crónica do FC Porto-Belenenses SAD)

“Há um teste que se faz 24 horas antes. Se fizéssemos ontem [sábado] em Lisboa, só poderíamos vir no dia de jogo. Como é evidente decidimos fazer em Braga. Hoje às 6h30 da manhã fomos acordados, com a informação de que havia um caso positivo de Covid-19. Era um guarda-redes. Nós temos três guarda-redes que podem ser utilizados, o quarto está lesionado até ao fim da época. Aí soubemos que um dos três não podia jogar”, comentou Rui Pedro Soares, líder da SAD dos azuis, sem referir o nome do atleta em causa (João Monteiro ou Filipe Mendes).

“Mais tarde fomos informados que um segundo não podia jogar porque foi decidido pelo delegado regional de saúde de Braga que não poderia jogar. Este segundo guarda-redes é o André Moreira e como tal não poderia jogar. Dito isto, só tínhamos hoje [domingo] um guarda-redes disponível e, como é evidente,vamos solicitar autorização à Liga para inscrever um novo guarda-redes”, acrescentou o presidente da sociedade do Belenenses, destacando mais uma vez que nesta fase Petit conta como única opção para a baliza Hervé Koffi. Ricardo Miranda, médico da equipa, confirmou que um guarda-redes [André Moreira] teria de ficar em isolamento profilático.

David Tavares, do Benfica, positivo. Liga com 11 casos já conhecidos. Trio portista contra Código de Conduta

“Não houve risco absolutamente nenhum para ninguém e todas regras foram cumpridas”, destacara antes Rui Pedro Soares, num resumo do que viria mais tarde a ser explicado com todos os detalhes.

Defendi recuperou, deu negativo, ficou inconclusivo e testou positivo – mas só antes do jogo foi impedido de jogar

De acrescentar que este é o segundo caso positivo de Covid-19 desde a retoma do Campeonato e mais uma vez entre guarda-redes, depois de Rafael Defendi ter sido retirado da ficha de jogo na deslocação do Famalicão a Barcelos para defrontar o Gil Vicente pouco tempo antes do início do encontro.