A Câmara da Lousã vai proibir o acesso a percursos pedestres em zona florestal e ao Castelo devido ao risco de incêndio, entre as 00h00 desta sexta-feira e as 23h59 de domingo.

A Câmara da Lousã determinou a proibição de acesso a percursos pedestres, zonas de lazer e percursos de BTT e downhill’em espaço florestal, revelou o município, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Foi também determinada a proibição de circulação pedonal e rodoviária na Estrada Municipal 580 entre Cabo Soito e o Castelo da Lousã (exceto situações autorizadas), ficando também encerrado o castelo e piscina, para “evitar a concentração de pessoas neste local”, salientou.

A Estrada das Hortas e a estrada de acesso às Aldeias do Xisto estão também limitadas à utilização pelos residentes pontuais ou permanentes, referiu, acrescentando que fica também proibida a circulação rodoviária e pedonal na estrada nacional número 236, entre Alfocheira e o limite do concelho, com a exceção de residentes.

O acesso pedonal e rodoviário ao Cabril do Ceira, em Serpins, fica também limitado aos seus residentes, informou a Câmara Municipal da Lousã.

As medidas implementadas pela autarquia surgem na sequência da declaração de situação de alerta, que abrange o período compreendido entre as 00h00 desta sexta-feira e as 23h59 de domingo, face ao risco extremo de incêndios rurais.