Já estiveram à venda selos parecidos aos “Clean & Safe” em sites como o OLX por apenas três euros, escreve este sábado o Público. Dois vendedores contactados pelo jornal asseguraram não ter qualquer responsabilidade sobre se os compradores dos selos cumprem ou não os requisitos do Turismo de Portugal. Em ambos os casos, os anúncios foram entretanto eliminados.

Turismo de Portugal vai atribuir selo “Clean & Safe” a estabelecimentos

Em abril era notícia que o Turismo de Portugal ia passar a atribuir o selo “Clean & Safe” a empreendimentos turísticos, empresas de animação turística e agências de viagem, um reconhecimento que exige às empresas um protocolo interno de higienização para evitar riscos de contágio à conta da pandemia de Covid-19. O selo tem a validade de um ano, tal como à data explicou a Agência Lusa, é gratuito e opcional, embora exija a implementação nas empresas de um protocolo interno em concordância com as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

Também a loja online Vossa Store retirou os selos que tinha à venda em vários tamanhos (entre 4,99 euros e 12,99 euros) após o contacto do jornal — os produtos faziam-se acompanhar de uma ficha técnica que era a apresentação promocional do selo pelo Turismo de Portugal, entidade que afirmou desconhecer “até à data” a situação e que reforça que a venda de selos nestas plataformas é ilegal. “O ‘Clean & Safe’ trata-se de uma marca registada em nome do Turismo de Portugal sendo que a sua utilização só é permitida em casos previamente definidos”, comentou fonte oficial do organismo.