O Presidente da República assinou esta segunda-feira o decreto do Governo que declara luto nacional no dia 2 de novembro como forma de prestar homenagem às vítimas mortais, em especial às vítimas da Covid-19.

Numa nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, lê-se que Marcelo Rebelo de Sousa “assinou hoje o decreto do Governo que declara luto nacional no dia 2 de novembro de 2020 e presta homenagem a todos os falecidos, em especial às vítimas da pandemia da doença Covid-19”.

Este decreto foi aprovado em Conselho de Ministros na semana passada, na mesma reunião em que o Governo decidiu a proibição de circulação entre concelhos do território entre 30 de outubro e 3 de novembro.

Há um lugar importante na nossa comunidade para esse luto e é também por isso que se decidiu decretar um dia de luto nacional, para que a homenagem aos falecidos possa ser prestada e em particular às vítimas da doença de Covid-19, afirmou, na altura, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

Portugal contabiliza pelo menos 2.343 mortes associadas à covid-19 em 121.133 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).