O secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) disse esta quinta-feira que o setor é responsável por 21% do total das receitas do Estado, o equivalente a mais de 9.000 milhões de euros anuais. “As receitas fiscais geradas pelo setor são de mais de 9.000 milhões de euros anuais, 21% do total das receitas fiscais do Estado”, avançou Hélder Pedro, em conferência de imprensa ‘online’.

Conforme precisou este responsável, este total abrange os valores referentes ao imposto sobre produtos petrolíferos (ISP), imposto único de circulação (IUC) e imposto sobre o valor acrescentado (IVA).

A ACAP mostrou-se esta quinta-feira descontente perante a ausência de apoios, inscritos no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), para o setor, que registou quebras superiores a 35% até outubro.

A ACAP revela-se descontente e contesta a ausência de medidas que visem estimular o setor que, além de bastante descapitalizado, registou, nos últimos 10 meses, quebras superiores a 35%”, indicou, em comunicado, a associação.