Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Apesar de há meses andar afastado da liderança do ranking das vendas de veículos eléctricos, o Nissan Leaf voltou aos seus tempos áureos em Abril. Apoiando-se simultaneamente nas versões com menor e maior capacidade de bateria, respectivamente 40 e 62 kWh, o Leaf comercializou um total 187 unidades, 90 com a bateria mais pequena (e barata) e 97 com o acumulador maior, o que é um excelente indicador neste regresso ao domínio do mercado do eléctrico japonês.

O resultado do Leaf teve ainda maior destaque ao coincidir com mais um mês em que a Tesla não enviou veículos para o mercado português. A produção de Model S e X está suspensa, enquanto não surgem as novas versões com mais potência e mais autonomia e, à semelhança do que já tinha acontecido em Janeiro, não chegaram Model 3 vindos dos EUA (LR ou Performance) ou da China (SR+). O construtor norte-americano, que liderava o mercado nacional até Março, foi assim ultrapassado pelo seu rival nipónico.

A 2ª posição no ranking das vendas nacional foi alcançada por uma estreia, o Mercedes EQA 250, que colocou no mercado 69 unidades, surgindo à frente do Hyundai Kauai EV (58), Renault Zoe (56) e os dois novos VW eléctricos, o ID.3 com 56 modelos vendidos, com o ID.4 a segui-lo de perto com 51. A seguir aos eléctricos alemães surgem os representantes da Stellantis a bateria, com o Citroën e-C4 (47 unidades) a ser o 7º mais vendido e a liderar o batalhão, à frente do Peugeot e-208 (43), Opel Mokka-e (30), Peugeot e-2008 (27), Fiat 500e (26) e Opel Corsa-e, que garantiu a 13ª posição com 22 unidades. Entre os eléctricos da Stellantis, aparece na 9ª posição do ranking o Smart Fortwo EQ, com 37 veículos transaccionados. Consulte abaixo a tabela das vendas em Abril, que registou a venda de 924 unidades, depois das 237 alcançadas no mesmo período de 2020, um crescimento de 289,9%:

 
Marca e modelo Vendas em Abril
Nissan Leaf 187
Mercedes EQA 250 69
Hyundai Kauai EV 58
Renault Zoe 56
Volkswagen ID.3 56
Volkswagen ID.4 51
Citroën ë-C4 47
Peugeot e-208 43
Smart Fortwo EQ 37
10º Opel Mokka-e 30
11º Peugeot e-2008 27
12º Fiat 500e 26
13º Opel Corsa-e 22
14º Kia e-Niro 22
15º Jaguar I-Pace 400 21
16º Mini Cooper SE 20
17º Audi e-tron 55 19
18º Renault Twingo ZE 19
19º Mercedes EQC 400 19
20º Porsche Taycan 19
21º Audi e-tron Sportback 55 14
22º Mazda MX-30 12
23º Tesla Model 3 0

Se considerarmos as vendas no mercado português no acumulado de 2021, a liderança de Janeiro a Abril cabe igualmente ao Nissan Leaf que, com 187 veículos comercializados em Abril, atingiu um total de 322 nos primeiros quatro meses do ano. O eléctrico nipónico ultrapassou assim o Tesla Model 3, que manteve os 314 veículos vendidos que já tinha alcançado em Março, um total que obteve em apenas dois meses de vendas (em Janeiro entregou apenas 15 modelos que quiseram esperar por uma matrícula do novo ano).

Os três restantes lugares do top 5 no quadrimestre pertencem ao Peugeot e-2008 (176), Renault Zoe (176) e Peugeot e-208 (142), tendo deixado para trás o VW ID.3 (117) e o Hyundai Kauai EV (114). A 8ª posição do ranking é reclamada pelo Fiat 500e (97), que continua a liderar o segmento A, batendo o Smart Fortwo EQ (93), com o Citroën e-C4 a encerrar o top 10. Duas das mais recentes novidades do mercado, o VW ID.4 (83) e o Mercedes EQA 250 (73) surgem a seguir na tabela, à frente do Mini Cooper SE (62), Opel Corsa-e (57), Porsche Taycan (57), Kia e-Niro (55), Jaguar I-Pace 400 (55) e Audi e-tron 55, com 51 unidades.

Marca e modelo Vendas Janeiro a Abril
Nissan Leaf 322
Tesla Model 3 314
Peugeot e-2008 176
Renault Zoe 145
Peugeot e-208 142
Volkswagen ID.3 117
Hyundai Kauai EV 114
Fiat 500e 97
Smart Fortwo EQ 93
10º Citroën ë-C4 91
11º Volkswagen ID.4 83
12º Mercedes EQA 250 73
13º Mini Cooper SE 62
14º Opel Corsa-e 57
15º Porsche Taycan 57
16º Kia e-Niro 55
17º Jaguar I-Pace 400 55
18º Audi e-tron 55 51
19º Mercedes EQC 400 49
20º Audi e-tron Sportback 55 48
21º Renault Twingo ZE 43
22º Opel Mokka-e 30
23º Mazda MX-30 19

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR