MURO

Vários locais do Parque das Nações. 3 a 11 de julho. Reservas para visitas:  gau@cm-lisboa.pt. Entrada livre.

Para andar de cabeça no ar: depois de vários ajustes no calendário, o festival MURO regressa finalmente para passar um rolo de arte urbana na cidade, desta vez ocupando o bairro do Parque das Nações, numa edição com vários eixos de programação entre 3 e 11 de julho. Participam no festival mais de 60 artistas nacionais e internacionais, que deixam 25 intervenções de arte urbana para serem vistas. Pela dimensão da freguesia, o festival divide-se em vários núcleos: o núcleo da Multiculturalidade, no Casal dos Machados, que interliga os conceitos de comunidade, nações, culturas e igualdade através de intervenções em empenas dos edifícios e muros; o núcleo da Sustentabilidade, na Avenida de Pádua, onde está uma intervenção inédita de Bordalo II; o núcleo da Cultura Urbana, no Parque Tejo, muito ligado à presença do graffiti e ao. desporto, com campos de basquetebol renovados; e a Gare do Oriente, que será o ponto de reunião e onde estarão as três exposições de Odeith, do coletivo Crack Kids e The Plastic Hike. As obras de arte podem ser visitadas livremente ou com recurso a percursos disponíveis no site, sendo que nos dias 9, 10 e 11 de julho haverá visitas guiadas a pé ou de bicicleta. O programa está disponível no site.

Esta é uma das obras que já pode ser vista no Casal dos Machados, do Coletivo Rua © Bruno Cunha | CML | DPC | 2021

World Class Cocktail Festival

Vários locais em Lisboa. Até 4 de julho.

Para comer bem, mas beber ainda melhor: até 4 de julho, Lisboa acolhe o World Class Cocktail Festival, o evento organizado pela Diageo que celebra os melhores cocktails do mundo e traz à cidade menus especiais, workshops e masterclasses e ainda servirá de lançamento da final para a Final Global do World Class 2021, onde os 55 melhores bartenders do mundo competem pelo título World Class Bartender of the Year 2021. Para aprender umas técnicas ainda lhe sobram algumas masterclasses especiais que vão desde a história e evolução do gin tónico aos cocktails desenhados para brunches, por exemplo. Além disto, a iniciativa traz a muitos bares e restaurantes da cidade menus especiais harmonizados com cocktails preparados pelos bartenders do espaço — alguns deles até já foram a concurso. Dos espaços aderentes destaca-se o Bistro 100 Maneiras, o Red Frog, Monkey Mash, Fogo Restaurante by Alexandre Silva, Plano, Cavalariça Lisboa, Terraço Editorial, JNcQUOI Avenida e Asia, Cinco Lounge ou o Static (Esqina). Os menus harmonizados estão disponíveis aqui e podem ser aproveitados até este domingo.

O Red Frog é também um dos locais aderentes ao evento ©tiago maya

Joy Food Experiences na Musa da Bica

Calçada Salvador Correia de Sá, 2A, Lisboa. Sábado 11h às 15h.

Para comer novos menus nos sítios de sempre: Joana Trindade Bento e Alice Artur dão a cara pela Joy Food Experiences, um projeto de catering e eventos que cria comida e experiências à volta da mesa. Este sábado, entre as 11h e as 15h, a Joy vai fazer um take over da cozinha da Musa da Bica — Leonor Godinho, a chef, vai estar no festival Altitudo — e servir um menu estilo brunch, para partilhar e altamente inspirado no verão e nos sabores da época. Entre essas horas, a clientela pode pedir à carta coisas como sardinhas albardadas com tamari e gengibre, focaccia de paprika com legumes grelhados, pizza frita com burrata, torradas à bulhão pato e bacalhau mantecato, salada grelhada com pêssegos ou bolo de alperce e caramelo do fruto. É só escolher e comer.

O menu será à la carte e com muitos pratos sazonais, inspirados no verão ©DR

Música no Zunzum Gastrobar

Av. Infante D. Henrique Doca, Rua Jardim do Tabaco,  Lisboa. Quintas e sextas 18h Às 21h

Para dizer que ouviu um Zunzum e que veio daqui: o restaurante com vista para o rio de Marlene Vieira vai ter, entre julho e setembro, DJs ao vivo para acompanhar as refeições todas as quintas e sextas entre as 18h e as 21h. Isto tudo para festejar o primeiro aniversário do Zunzum Gastrobar. Nomes como Fernando Alvim, Mónica Mendes, Da Chick, Melo D, Dirty Bungalow, Jungle Julia e DJ Glue são alguns dos convidados que vão animar os finais de tarde da esplanada. A acompanhar os discos, estão os vários cocktails de autor do espaço e também alguns dos petiscos para embalar uma tarde de verão — é o caso da filhós de berbigão à Bulhão Pato ou a mini pizza de sapateira e abacate.

Os momentos musicais acompanham a carta de petiscos e de cocktails do gastrobar que celebra agora um ano ©DR

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Exposição “Il Divino Michelangelo & Il Genio Da Vinci”

Praça das Amoreiras, 10, Lisboa. Terça a domingo 17h30,19h30 e 21h30. 15,90 euros

Para descer às profundezas do Renascimento: foi no Reservatório da Mãe D’Água das Amoreiras que a Immersivus Gallery decidiu fazer do espaço a casa de exposições imersivas na capital projetadas a 360º. Depois de “Impressive Monet & Brilliant Klimt”, que fica por lá até agosto, a galeria acolhe desde 1 de julho a nova exposição imersiva  “Il Divino Michelangelo & Il Genio Da Vinci”. Como o nome indica, esta nova experiência assenta na época do Renascimento e nas suas figuras icónicas —  Da Vinci e Michelangelo — percorrendo a obra de ambos com criações digitais assinadas pelo atelier OCUBO.

As projeções estão a cargo do atelier OCUBO compondo assim uma exposição com efeito 360º. ©OCUBO (foto da exposição no Porto)

Gelataria Fragoleto Alvalade

Rua Acácio Paiva, 5, Lisboa. Segunda a domingo 13h às 22h.

Para lamber ou comer à colher: a gelataria Fragoleto abriu uma nova loja em Lisboa, no bairro de Alvalade, naquela que é uma artéria perpendicular à Avenida da Igreja. A gelataria trouxe para a nova localização os clássicos — o sabor mediterrânico, com alfarroba, avelã, amêndoa e figo é um dos mais pedidos — e também opções vegan, sem glúten e sem açúcar. Além de poderem ser servidos em copo ou cone, há ainda gelados de pauzinho biológicos e caixas para take-away de gelados.

O espaço tem alguns lugares sentados ©DR

“Jantares À Luz das Estrelas” na Casa da Calçada

Largo do Paço, 6, Amarante. Sextas 19h30. Reservas: reservas@casadacalcada.com / 255 410 830. ​110 euros.

Para olhar para o prato em vez de olhar para o céu: são quatro sextas-feiras estreladas, as que vão acontecer sob alçada do chef Tiago Bonito no Largo do Paço, na Casa da Calçada Relais & Châteaux, em Amarante, que propõe que se jante à luz das estrelas. Essas noites especiais acontecem a 2 de julho, 6 e 20 de agosto e 3 de setembro e terão sempre um menu diferente criado especialmente para a ocasião, e é servido ao ar livre, ao som de música ao vivo, neste que é já o 2.º ano dos jantares À Luz das Estrelas na Casa da Calçada. Os jantares arrancam às 19h30, com direito a welcome-drink, e depois a refeição propriamente dita inclui uma entrada, um prato de peixe, um de carne e uma sobremesa, sendo cada um deles harmonizado pelo sommelier David Teixeira, com vinhos da Calçada Wines. O jantar custa 110 euros, mediante reserva antecipada.

O primeiro jantar acontece já esta sexta, dia 2 de julho.

Open House Porto

Vários locais. 2 e 4 de julho. Entrada livre.

Para conhecer a cidade como a palma das mãos: as chaves da cidade do Porto estão entregues a quem a habita em mais uma edição do Open House Porto, que regressa entre 3 e 4 de julho numa versão adaptada que quer celebrar a relação dos cidadãos com o espaço público. A seleção dos espaços ficou ao critério da Casa da Arquitectura e cada participante poderá criar um itinerário à sua medida, explorando a arquitetura e a cidade através de um novo olhar. Este ano a Maia estreia-se no Open House Porto, emparceirando com Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia, decorrendo em quatro locais de cada município, num total de 16 espaços entre quintas, jardins, parques, mas também espaços urbanos enraizados na malha urbana. Quinta da Gruta, Parque da Lavandeira, Parque das Águas, Jardim Botânico UP ou a Quinta de Santiago são alguns dos locais do roteiro. As visitas, que são gratuitas, requerem reserva no site openhouseporto.com. Existe ainda um programa, o Caleidoscópio, com atividades paralelas desenvolvidas entre a Casa da Arquitetura e o Open House que pode ser consultado aqui.

O Jardim Botânico da Universidade do Porto é um dos locais com visitas nesta edição do Open House Porto ©MHNC-UP

Nova carta Casario

Rua de Cima do Muro, 61, Porto. Quarta a sexta 17h às 22h30, sábado 12h30 às 22h30 e domingo 1h30 às 19h.

Para testar novos sabores: reaberto no início de junho, o Casario, que está integrado no boutique hotel Gran Cruz House, tem agora nova carta para satisfazer os comensais continuando numa cozinha a quatro mãos — as de Miguel Castro e Silva e as de José Guedes. Como já vem sendo hábitos, as propostas respeitam a sazonalidade dos produtos e são apresentadas agora numa perspetiva de partilha. No novo menu constam pratos frios como tártaro de robalo com abacate e leite de açafrão (11,50 euros), carpaccio de novilho com queijo da ilha (9 euros) ou salmão curado com figos e vinagrete de framboesa (11 euros). Nos quentes, há “lollipop” de lula e camarão (8 euros), ravioli de abóbora assada com amêndoa (8 euros), porco bísaro e migas de couve-lombarda (12,50 euros) ou polvo e agrião com puré de batata doce (12,50 euros). Nas sobremesas destacam-se o leite creme com pinhões e gelado de canela (5,50 euros), o mil-folhas de amêndoa com maçã assada, Porto e mascarpone (4,50 euros) ou o pudim Abade de Priscos (6,50 euros).

O tártaro de robalo com abacate e leite de açafrão é um dos pratos frios ©Luis Ferraz

Trengo

Parque do Covelo – Quinta do Covelo, 4200-049 Porto. Até 4 de julho. Vários horários. Reservas: reservastrengo@gmail.com

Para ir ao circo fora da tenda: o circo chegou ao Porto com mais uma edição do Trengo, a decorrer até 4 de julho levando dez espetáculos ao Parque do Covelo e com uma apresentação no Teatro Rivoli. O convite estende-se sobretudo às famílias, que no ano passado tiveram uma amostra com um formato diferente devido à pandemia, o Trengolas, e que poderão ver vários espetáculos de circo contemporâneo de forma gratuita (basta fazer inscrição) e ao ar livre. Esta sexta, às 19h15, o espetáculo “02” da companhia Projectos de Intervenção Artística (PIA), sendo que momentos antes, às 18h30, a companhia franco-portuguesa O Último Momento apresenta L’Autre. No sábado há apresentações das companhias Oliveira & Bachtler (11h e 15h), Circo EIA (12h e 16h) e Quando Sais à Rua (17h). No domingo, a estrutura Vol’e Temps apresenta Distans, às 11h e às 16h, e Só, de Xampatito Pato, tem hora marcada às 12h e 15h. O evento está nas mãos da companhia Erva Daninha em co-produção com a empresa municipal Ágora – Cultura e Desporto do Porto, e cuja programação completa pode ser consultada aqui.

São vários os espetáculos que podem ser vistos ao ar livre, sendo recomendada a reserva ©Erva Daninha/Facebook

Workshops Vinho do Porto na Sandeman

Largo Miguel Bombarda 3, Vila Nova de Gaia. Primeiras sextas do mês 16h30. 40 euros.

Para conhecer, aprender e beber: é já a partir desta sexta, 2 de julho, que a Sandeman vai passar a organizar workshops nas suas caves, em Vila Nova de Gaia. As sessões (40 euros) acontecem todas as primeiras sextas-feiras de cada mês e são dirigidas a grupos de dez pessoas, a partir das 16h30. O objetivo é desmistificar o universo do Vinho do Porto, sobretudo para quem não é entendido na matéria ou que acha que não sabe apreciar esta bebida. Os workshops começam com uma visita às caves, depois a aula e depois uma prova — este primeiro workshop será sobre cinco vinhos diferentes e cada participante receberá material de suporte sobre o Vinho do Porto. As reservas podem ser feitas aqui.

As sessões acontecem todas as primeiras sextas do mês ©DR

Exposição “Arte Contra o Desperdício Alimentar”

Alma Shopping. R. Gen. Humberto Delgado 207, Coimbra. Segunda a domingo 08h30 às 23h. / Nosso Shopping. Alameda de Grasse, Vila Real. Segunda a domingo  09h às 23h. Entrada livre.

Para levar para casa a arte do desperdício: a Too Good To Go lançou uma coleção exclusiva de 14 prints de edição limitada (15 euros) em colaboração com 14 artistas, além de uma coleção em nome próprio de edição ilimitada com dez prints (12,50 euros). Prints esses que deram origem a uma exposição — “Arte Contra o Desperdício Alimentar” — que esteve no Colombo e no NorteShopping até meados desta semana e que parte agora para o Alma Shopping, em Coimbra, e Nosso Shopping, em Vila Real, de 2 a 23 de julho. Envolvidos no projeto estão artistas como o espanhol 72kilos, a ilustradora Lorraine Sorlet, a dupla de criativos Supermercat da Dinamarca, La Mayo da Suíça, a italiana Elisa Macellari e até o português  Pedro Campiche, conhecido por AKACORLEONE. Todos os trabalhos podem ser vistos ao vivo nestes centros comerciais, sendo que quem estiver inclinado para a compra será reencaminhado através de um QR code para o site da iniciativa criado pela Too Good To Go. O lucro das vendas reverte a favor do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA)

Os prints estão à venda online apenas, mas podem ser vistos ao vivo nas exposições ©DR

Altitudo

Vários locais da Guarda.

Para ir ao interior do país encher a barriga: entre os dias 3 e 4 de julho a cidade da Guarda vai receber um festival de gastronomia de altitude, o Altitudo.  O evento, promovido pela Amuse Bouche, agência de comunicação e eventos ligados à gastronomia que é responsável também pelo Arrebita Portugal, acontece na cidade mais alta do país, que dá assim o mote para aquele que quer ser o primeiro festival de gastronomia de altitude de Portugal. O Altitudo conta com mais de 20 chefs de cozinha que terão a sua banca de comida em pleno centro histórico da Guarda. A mecânica será semelhante à do Arrebita, ou seja, o festival decorre ao ar livre, com pratos simples e passíveis de serem comidos em andamento, tudo a preços acessíveis. É de salientar também que os chefs que viajam até à Guarda vão criar sinergias com os cozinheiros e guardiões da cozinha local. Nomes como Tiago Bonito, Ricardo Nogueira, David Jesus e Sandra Freitas, Stéphanie Audet, Mateus Freire, Leonor Godinho, Vítor Adão, Miguel Peres, Pedro Abril, Zé Paulo Rocha, Natalie Castro ou Hugo Brito vão estar presentes no evento. Entre os chefs nacionais vai estar o internacional Arcangelo Tinari (Villa Maiella, 1* Michelin).

A Sé da Guarda dá início ao percurso do Altitudo. ©Paulo Barata

Jardins da Mimi

Forno da Mimi & Rodízio Real. Estrada Nacional 2, Vermum Campo – 3510-512 Viseu. Reservas: 232 452 555. Quinta a sábado 19h às 23h.

Para viver o verão no jardim: depois de em 2020 terem feito sucesso, os Jardins da Mimi, em Viseu, regressam para mais uma temporada para serem palco de serões animados de verão com bebidas frescas, música e comida, claro. Para se juntar aos já conhecidos do local sabores brasileiros vindos do rodízio, está agora um sushi bar, uma novidade  dirigida pelo chef Jorge Morgado, que vai levar para a mesa peças de sushi e makizushi, tempuras, gyosas, combinados e pratos especiais de autor, que fundem sabores da gastronomia portuguesa com a japonesa. Os Jardins da Mimi, integrados na cadeia Montebelo Hotels & Resorts, estão abertos ao jantar, de quinta a sábado, e localizam-se no espaço exterior do restaurante Forno da Mimi & Rodizio Real, junto à discoteca The Day After.

A grande novidade desta segunda temporada dos Jardins da Mimi é o sushi bar ©DR

MöTAO

Marina de Vilamoura, 8125-000 Quarteira. Segunda a domingo das 18h às 22h30. Reservas: 969 649 749 ou em motaovilamoura@fullest.pt.

Para rumar a sul e apanhar o que é novo: em plena Marina de Vilamoura, abre esta sexta, dia 2, o MöTAO, um restaurante que quer levar os clientes numa viagem gastronómica pela Ásia, embalados com música ao vivo enquanto o pôr-do-sol se vê no horizonte. O espaço nasce pelas mãos do Grupo Fullest e tem 150 lugares sentados, num cenário tropical-urbano que se divide entre a zona lounge com finger food e a zona de restaurante. A carta assenta na street food do Japão, China, Coreia, e outros pratos da Indonésia e Tailândia. Dim sums, sushi, robata, satays, espetadas de barriga de porco, sopa tom yum, wontons de carabineiro, pad thais, caril verde ou khao soi são alguns dos pratos servidos no novo restaurante.

A carta tem inspirações asiáticas da China ao Japão ©DR

Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.