O Egito informou as autoridades da Faixa de Gaza que encerrará a passagem de Rafah na segunda-feira, disse este domingo um porta-voz do Governo do movimento islâmico Hamas, no poder no enclave palestiniano. O Egito não fez um anúncio oficial da decisão, mas fontes da segurança egípcias confirmaram o encerramento, precisando que o ponto de passagem será fechado até nova ordem, sem dar mais pormenores.

A passagem de Rafah é a única abertura da Faixa de Gaza, que está sob bloqueio israelita há 15 anos, para o mundo exterior que não é controlada por Israel.

“Fomos informados pelas autoridades egípcias que a passagem de Rafah será encerrada amanhã, segunda-feira, em ambos os sentidos”, disse Iyad al-Bozom, porta-voz do Ministério do Interior do Hamas, num comunicado.

Em 20 de maio, o Presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, tinha aberto a passagem para enviar ajuda humanitária e permitir que os feridos na guerra de 11 dias em maio entre Israel e grupos armados em Gaza, incluindo o Hamas, fossem tratados no Egito.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Um cessar-fogo negociado pelo Cairo foi instaurado a seguir para acabar com a mortífera guerra relâmpago.

A decisão de fechar a passagem surge após um fim de semana de violência entre as forças israelitas e os manifestantes palestinianos na fronteira que separa o enclave do Estado judaico.