As obras do futuro Hospital de Sintra, no distrito de Lisboa, arrancaram esta segunda-feira e deverão estar concluídas em janeiro de 2024 para servir 400 mil utentes, num investimento de mais de 70 milhões de euros, divulgou a Câmara Municipal.

A nova unidade hospitalar vai ser construída num terreno municipal no bairro da Cavaleira, na freguesia de Algueirão – Mem Martins, anexo à Autoestrada 16.

Segundo uma nota enviada à agência Lusa pela Câmara Municipal de Sintra, a construção deste hospital representa um investimento total de cerca de 72 milhões, sendo 50,6 milhões da responsabilidade do município.

Parte do investimento do Governo na construção deste hospital, que servirá cerca de 400 mil pessoas, será financiado ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O futuro hospital de Sintra será composto por um serviço de ambulatório, consultas externas e exames, unidade de saúde mental, medicina física de reabilitação, central de colheitas e os meios complementares de diagnóstico e terapêutica, unidade de cirurgia de ambulatório com bloco de cirurgia e recobro e serviço de urgência básica.

A autarquia estima que, no primeiro ano, sejam realizadas 166 mil consultas e 46 mil atendimentos no serviço de urgência.

No exterior, os utentes irão dispor de 300 lugares de estacionamento.

Atualmente os habitantes do concelho de Sintra são servidos pelo Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra), situado no concelho da Amadora, e pelo Hospital de Cascais.