503kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Supermodelos unem-se contra ​​Gérald Marie, ex-diretor da Elite Models investigado por abusos sexuais

Este artigo tem mais de 1 ano

Carla Bruni, Helena Christensen e Paulina Porizkova falaram publicamente em defesa das mulheres que acusam antigo diretor da Elite Models de abusos sexuais.

"De Son Viviant (Peaceful)" Red Carpet - The 74th Annual Cannes Film Festival
i

"Estou com Carré e as outras sobreviventes de Gérald Marie à medida que chegam a Paris para testemunhar contra o seu agressor”, diz Carla Bruni

Samir Hussein/WireImage

"Estou com Carré e as outras sobreviventes de Gérald Marie à medida que chegam a Paris para testemunhar contra o seu agressor”, diz Carla Bruni

Samir Hussein/WireImage

Um ano após o arranque de uma investigação por parte das autoridades francesas ao passado de ​​Gérald Marie, antigo diretor da agência Elite Models na Europa, seis mulheres, todas ex-modelos, viajaram até Paris para serem entrevistadas pelos serviços da unidade de proteção infantil da polícia de Paris.

Os testemunhos das antigas modelos, que segundo o The New York Times foram ouvidos esta terça-feira, incluem alegações de violação e conduta sexual inapropriada contra Gérald Marie, que durante três décadas foi um dos homens mais poderosos na indústria da moda — chegou, inclusivamente, a estar casado com Linda Evangelista e atualmente vive em Ibiza. Sempre negou as acusações de que foi alvo, as quais se foram acumulando ao longo do tempo e foram feitas, até agora, por um total de 24 mulheres.

Maybelline Presents 1991 Look of the Year

Gérald Marie e Linda Evangelista em Nova Iorque em 1991

Ron Galella, Ltd./Ron Galella Collection via Getty Images

Foram, no entanto, as denúncias de uma ex-jornalista da BBC e de três modelos da Elite Models — as quais dizem respeito a episódios que terão acontecido nas décadas de 1980 e 1990 — que espoletaram a investigação por parte das autoridades francesas. Agora, um coro de vozes bem conhecidas da indústria veio defender as mulheres que acusam Gérald Marie e exigem uma regulamentação laboral robusta capaz de proteger jovens modelos.

Uma dessas vozes pertence a Carla Bruni, que ascendeu à fama nos anos 90 e já foi primeira-dama de França ao lado do marido Nicolas Sarkozy. Diz “basta”: “Estou com Carré e as outras sobreviventes de Gérald Marie à medida que chegam a Paris para testemunhar contra o seu agressor”, diz citada pelo NYT.

Carré Sutton, ex-modelo norte-americana, é quem lidera o grupo de mulheres que testemunham em Paris. Também a supermodelo dinamarquesa Helena Christensen, igualmente popular na década de 1990, diz apoiar estas “mulheres corajosas”, enquanto a colega de profissão Paulina Porizkova refere que, nos primeiros tempos de carreira, as jovens modelos são ensinadas a encarar o “abuso sexual como um elogio”.

Portrait Of Carre Otis

Carré Sutton, então conhecida como Carré Otis (Andrea Blanch/Getty Images)

As três modelos aceitaram falar a pedido da Model Alliance, um grupo sem fins lucrativos que pretende defender os trabalhadores da indústria e que está, inclusivamente, a oferecer recursos às mulheres que acusam aquele que já foi um dos homens fortes da moda. Entre os seus compromissos, a Model Alliance está a defender a aplicação do Programa Respect, um conjunto de medidas desenvolvidas com a contribuição de mais de 100 modelos que prevê direitos para quem desfila e consequências em casos de violações.

Carré Sutton, que diz ter sido violada “inúmeras vezes” em 1986 quando tinha apenas 17 anos, entrou ainda com um processo em Nova Iorque, tendo em conta o Child Victims Act (lei das crianças vítimas) do estado norte-americano no último mês — a lei permite acusações de abuso sexual independentemente da data dos alegados incidentes. A ideia é que o processo e os testemunhos possam encorajar outras vítimas a chegarem-se à frente.

Loja Observador Lifestyle

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.