O Atl. Madrid pressionava, Marcos Llorente tinha acabado de acertar no poste, o Athl. Bilbao ia fazendo algumas substituições para suster a pressão dos colchoneros. Era neste contexto que chegavam os últimos minutos do encontro, já com João Félix em campo entrando para o lugar de Correa aos 60′. Foi também neste contexto que chegou um dos momentos do jogo, tendo o internacional português como protagonista.

Depois de uma falta assinalada por Unai Vencedor sobre o avançado, Félix viu cartão amarelo por acertar no médio contrário com o braço quando tentava fazer a rotação para ficar de frente para a baliza. Incrédulo com a decisão, e de forma nada disfarçada, o número 7 perguntou “A mim?” e foi dizendo “Tu estás louco!” enquanto apontava com o indicador para a cabeça. Cinco segundos depois, segundo amarelo e expulsão.

Apenas 18 minutos após ter sido lançado em campo depois da titularidade contra o FC Porto, João Félix, que procura ainda o melhor momento depois da operação ao tornozelo no final da última época, acabou por limitar o último forcing do Atl. Madrid com aquele que foi o seu primeiro vermelho da carreira.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Não tenho qualquer dúvida de que o João [Félix] entrou bem no jogo e estava a jogar bem. Tinha entrado como queríamos que entrasse e isso é lado positivo que queremos explorar quando regressar após o castigo. A expulsão é um lance que acontece a qualquer um, o árbitro entendeu que o devia expulsar. Se tivesse sido outro jogador a ter aquele gesto o árbitro não teria a mesma decisão”, comentou no final da partida Diego Simeone, que abordou também os 24 amarelos e dois vermelhos em cinco jogos da Liga: “São muitos amarelos mas há que ter sensibilidade e não creio que tenha existido em todos esses lances. Podemos falar com respeito e educação e não ver amarelo por perguntar ou discutir um lance”.

“Não podes ser considerado o número 1 de nenhum país nem ir a um Mundial se um jogador te diz na cara ‘Tu estás louco’ e não o expulsas diretamente. Isso torna-te pequenino com muitas crianças a ver. João Félix está enganado ao pensar que nunca te podem expulsar por uma falta que apitam a teu favor”, referiu o antigo árbitro espanhol Iturralde González, em declarações ao jornal As.