Uma mulher, que deve ter cerca de 60 anos, foi encontrada numa parte remota da ilha de Krk, no norte da Croácia, alegando que não se lembra de quem é ou de como lá chegou, tendo recebido assistência médica depois de ter sido encontrada no dia 12 de setembro, de acordo com um comunicado da polícia local.

A polícia, que divulgou uma foto da mulher, disse que ela tem uma estatura mediana, cerca de 1,65 metros de altura, cabelos loiros pelos ombros e olhos azuis.

“Ela fala inglês, mas não se lembra da sua identidade”, disse a polícia à CNN. “Está atualmente internada num hospital e em condições estáveis.”

Várias pessoas responderam ao apelo policial, mas a identidade da mulher permanece um mistério.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A mulher foi vista pela primeira vez por um pescador às 10h da manhã de domingo, que temeu que o seu barco encalhasse se tentasse regatá-la, mas que acabou por alertar a polícia.

Catorze membros do serviço de resgate nas montanhas da Croácia (HGSS) conseguiram alcançá-la na zona remota da ilha depois de caminharem cerca de um quilómetro, disseram as autoridades.

Na costa, encontrámos uma mulher com ferimentos leves, que também tinha alguns arranhões e estava extremamente desidratada e macilenta. Ela mal conseguia beber alguns goles de água”, disse o HGSS, citou a CNN.

“Nós colocámo-la em uma maca porque ela não conseguia andar e transportámo-la para o hospital”, acrescentou o serviço de resgate.

Ela não tinha documentos ou telemóvel com ela, e não havia nenhum carro nas proximidades, confirmou o HGSS. Os moradores locais dizem que a área onde a mulher foi encontrada é muito rochosa e praticamente inacessível por mar ou a pé.

Um morador disse que “não havia vida nem animais” na área “exceto talvez javalis ou ursos, que sabem nadar aqui em busca de alimento”.

Uma pessoa normal “certamente não poderia nadar aquela distância, ela precisa de uma força excecional”, disse o residente, de acordo com o The Guardian.

Krk é a maior ilha da Croácia e do mar Adriático e um local popular entre os visitantes do país.