353kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Roupas extravagantes e acessórios inesperados: Paula Bobone leiloa o seu guarda roupa

Marcas de luxo e alguma extravagância são ingredientes do leilão de 300 peças do guarda roupa de Paula Bobone. A seleção de roupas e acessórios pode também ser vista em exposição.

Paula Bobone leiloa mais de 300 peças de moda suas.
i

Paula Bobone leiloa mais de 300 peças de moda suas.

Paula Bobone leiloa mais de 300 peças de moda suas.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O estilo de Paula Bobone volta a ser notícia, desta vez porque vai leiloar uma seleção de mais de 300 peças do seu guarda roupa. A Cabral Moncada Leilões vai realizar o leilão online com o nome “Improvavelmente Correcto – Colecção de Moda de Paula Bobone” entre 25 de outubro (a partir das 12h00) e 31 de outubro (até às 21h00). Peças de roupa, mas também lenços, bandoletes, bijutarias e chapéus, compõem o  catálogo das peças a leilão

Além do leilão, a coleção de Paula Bobone pode também ser vista numa exposição que inaugura no próximo dia 27 e estará aberta ao público entre os dias 28 e 31 de outubro, entre as 14h00 e as 20h00, na sede da leiloeira Cabral Moncada, em Lisboa, na Rua Miguel Lupi, 12 A/D.

Num vídeo divulgado na conta de Facebook da leiloeira, Paula Bobone diz que há “um catálogo lindíssimo e a coleção está de sonho. Vale a pena mesmo visitar para respirar o ar que aqui está, que é histórico.”

Tudo começou com uma conversa com Madalena Braz Teixeira, antiga diretora do Museu Nacional do Traje, e com um desabafo de Paula Bobone sobre a grande quantidade de roupa que possuía. Primeiro a amiga sugeriu que fizesse uma doação ao referido museu, depois que fizesse um leilão. No final do ano passado, a leiloeira Cabral Moncada entrou em contacto com Paula Bobone e, depois de uma primeira visita ao seu guarda roupa, seguiram-se muitas outras para fazer uma seleção de peças de roupa e acessórios em bom estado para leiloar. “Eu entretanto comecei a ler sobre a história da moda e isso reforçou o meu ego no sentido de achar bem. Estou encantada”, conta ao Observador. Há elementos que se destacam no seu guarda roupa, “havia coisas que comprava sempre que viajava, que eram as carteiras Dior Lady Di pequenas, em todas as cores. Sapatos em cores exóticas. Bijutaria fabulosa e exótica com cobras e lagartos.” Para este leilão os especialistas da Cabral Moncada deixaram de fora todos os sapatos, mas escolheram quase todas as carteiras de marcas de luxo. E quanto à pergunta se há peças das quais nunca seria capaz de se desfazer, responde: “Só as filigranas do Minho, muito giras. Pu-las uma vez na Suíça, fiquei sentada ao lado da Sra. Swarovsky e ela ficou a olhar embasbacada.”

Gargantilha Butler Wilson

Paula Bobone ficou conhecida pelo seu gosto por moda e por festas e pelos looks ousados com que frequentemente se apresentava em luxuosos encontros internacionais em que privava com figuras de poder e estrelas do entretenimento. Dedicou a  carreira profissional ao serviço público tanto como Chefe de Divisão das Relações Públicas no Ministério da Cultura, como enquanto Chefe de Divisão de Relações Internacionais e Interparlamentares da Assembleia da República. Mais tarde partilhou os seus conhecimentos com o público e tornou-se autora, tendo já vários livros publicados.

Esta exposição é um retrato seu? “Pode ser. Tudo conta a nossa história”, responde Paula Bobone. São mais de 300 peças de moda em exposição e em leilão e, acrescenta que no seu guarda roupa ainda sobraram muitas outras para doar ao Museu do Traje.

A página está a demorar muito tempo.