Dezenas de produtores de pequena e média dimensão vão participar no terceiro Enóphilo Wine Fest de Coimbra, no dia 25, podendo os visitantes provar mais de 200 vinhos de várias regiões do país.

Entre as 14h30 e as 20h00, no Convento São Francisco, os apreciadores são convidados pela organização a “descobrir e provar sem pressa” vinhos de mesa e outros, entre tintos, brancos e rosés das principais regiões vitivinícolas de Portugal.

“Este é um evento de provas de vinho, destinado a enófilos, profissionais ou não”, disse hoje à agência Lusa Luís Gradíssimo, promotor da iniciativa.

O Enóphilo Wine Fest começou por ser realizado em Coimbra, em 2018 e 2019, mas foi interrompido nos dois anos seguintes devido à pandemia da Covid-19.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Trabalhamos numa lógica de dar espaço aos produtores mais pequenos, que estão um bocadinho mais fora do circuito comercial”, afirmou Luís Gradíssimo.

Ao adquirir por 15 euros o bilhete de entrada no Convento São Francisco, na margem esquerda do rio Mondego, cada pessoa pode degustar os diferentes vinhos que estão à prova.

“A palavra de ordem é diversidade, representando todo o país. Temos também muitos espumantes à prova, além de alguns frutificados, como porto e moscatel, entre outros”, informou o responsável.

Luís Gradíssimo salientou que o regresso a Coimbra do Enóphilo Wine Fest, para assinalar o quinto aniversário na cidade, é igualmente uma oportunidade para “celebrar o seu sucesso e ampla aceitação junto dos conimbricenses”.

Esta edição do evento assegura “um leque de produtores de pequena e média dimensão, vasto e diversificado, com um portefólio que inclui clássicos e novidades, que refletem a imensa riqueza do património vínico nacional”.

Em 2016, a iniciativa estreou-se no Porto, na altura como Wine Fest by Wine Club Portugal, chegando em 2018 a Coimbra, já sob a denominação de Enóphilo Wine Fest.

Este ano, realizou-se pela primeira vez em Braga. Com a terceira realização em Coimbra, serão 15 edições repartidas por quatro cidades: Porto, Lisboa, Braga e Coimbra.