O Parlamento Europeu declarou esta quarta-feira que a Rússia é um Estado “patrocinador de terrorismo” por causa dos atos “brutais e desumanos” cometidos na guerra na Ucrânia. A resolução contou com o 894 votos a favor, 58 contra e 44 abstenções.

“Os ataques e atrocidades perpetrados pela Federação Russa contra a população civil da Ucrânia, a destruição de infraestruturas civis e outras graves violações dos direitos humanos e do direito humanitário internacional equivalem a atos de terror contra a população ucraniana e constituem crimes de guerra”, disseram os eurodeputados.

Parlamento Europeu discute resolução para a Rússia responder por alegados crimes de guerra na Ucrânia

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.