815kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Concerto de Justin Bieber em Portugal cancelado

Este artigo tem mais de 1 ano

Justin Bieber tinha concerto marcado em Lisboa para dia 21 de janeiro, tendo sido adiado. Ainda não há nova data. O reembolso dos bilhetes deve ser feito até 28 de março.

2020 American Music Awards - Show
i

Justin Bieber, de 29 anos, atuou em Lisboa em novembro de 2016, na digressão mundial anterior, intitulada "Purpose" e que somou globalmente mais de 2,7 milhões de espectadores

Getty Images for dcp

Justin Bieber, de 29 anos, atuou em Lisboa em novembro de 2016, na digressão mundial anterior, intitulada "Purpose" e que somou globalmente mais de 2,7 milhões de espectadores

Getty Images for dcp

O concerto do músico canadiano Justin Bieber em Portugal, que tinha sido adiado para uma nova data, foi afinal cancelado, revelou a sala de espetáculos Altice Arena, em Lisboa.

O músico tinha previsto uma atuação a 21 de janeiro deste ano, que foi adiada para nova data, que devia ter sido ainda confirmada, mas o espetáculo acabou por ser cancelado, sendo possível pedir o reembolso do bilhete até 28 de março.

Nas redes sociais, a Altice Arena explica que o reembolso pode ser pedido “no ponto de venda em que foi efetuada a compra mediante a apresentação do bilhete e respetivo recibo de pagamento”.

O adiamento da digressão “Justice World Tour”, que incluía passagem por Lisboa, foi divulgado em outubro passado, com o artista a alegar questões de saúde, depois de lhe ter sido diagnosticada a síndrome de Ramsay-Hunt.

Justin Bieber adia digressão (que incluía concerto em Portugal)

Justin Bieber, de 29 anos, atuou em Lisboa em novembro de 2016, na digressão mundial anterior, intitulada “Purpose” e que somou globalmente mais de 2,7 milhões de espectadores.

Em janeiro deste ano, o artista canadiano vendeu os direitos do seu catálogo musical à empresa britânica Hipgnosis, por 200 milhões de dólares (cerca de 184 milhões de euros).

Justin Bieber vende direitos do seu catálogo musical por 200 milhões de dólares

O acordo incluiu mais de 290 músicas de Bieber publicadas até o final de 2021, como os sucessos “Baby”, “Sorry” e “Love Yourself”, revelou a empresa britânica em comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos