801kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Hugh Jackman e Deborra-Lee Furness separam-se após 27 anos de casamento

Este artigo tem mais de 6 meses

Hugh Jackman e Deborra-Lee Furness anunciaram o fim do casamento. O casal completou no passado mês de abril 27 anos de união. São pais de Oscar, de 23 anos, e de Ava, de 18 anos.

GettyImages-1486938144
i

O casal conheceu-se nas filmagens da série Correlli em 1995, casando-se um ano mais tarde.

Getty Images for The Met Museum/

O casal conheceu-se nas filmagens da série Correlli em 1995, casando-se um ano mais tarde.

Getty Images for The Met Museum/

Hugh Jackman e Debora-Lee anunciaram a separação esta sexta-feira, após 27 anos de casamento. A notícia foi avançada pela revista People.

Fomos abençoados por partilhar quase três décadas juntos como marido e mulher num casamento maravilhoso e amoroso. O nosso percurso está agora a mudar e decidimos separar-nos para prosseguir o nosso crescimento individual. A nossa família tem sido e será sempre a nossa principal prioridade. Encaramos este próximo capítulo com gratidão, amor e bondade. Agradecemos muito a vossa compreensão em respeitar a nossa privacidade enquanto a nossa família navega nesta transição das nossas vidas”, lê-se na nota enviada à People.

A nota termina com a indicação de que o ex-casal não irá falar mais sobre a separação: “esta é a única declaração que qualquer um de nós fará”.

O casal celebrou no passado mês de abril os 27 anos de casamento, assinalados por Jackman na sua conta do Instagram onde diz: “Eu amo-te, Deb. Hoje é o nosso 27º aniversário de casamento. 27 ANOS!!! Amo-te tanto. Juntos criámos uma família linda. E a vida. O teu riso, o teu espírito, generosidade, humor, atrevimento, coragem e lealdade são uma dádiva incrível para mim. Amo-te com todo o meu coração.”

Hugh Jackman é conhecido pela sua presença em várias obras cinematográficas, como é o caso do seu papel enquanto Wolverine na saga de X-Men, mas também as suas participações em The Last Showman e Les Misérables.

Deborra-Lee Furness é sobretudo conhecida pelo seu papel no filme de 1988 Shame, pelo qual ganhou o prémio de melhor atriz do Círculo de Críticos de Cinema da Austrália.

O casal passou por algumas dificuldades ao longo das três décadas em que estiveram juntos. Em 2012, Hugh Jackman em entrevista com Katie Couric no seu talk show, revelou os problemas de infertilidade que Deborra-Lee enfrentou, a tentativa de fertilização in vitro e os abortos espontâneos que a atriz sofreu.

Fizemos fertilização in vitro e a Deb teve alguns abortos espontâneos. Nunca me vou esquecer disso, do aborto… Acontece numa em cada três gravidezes. Mas é muito, muito raro falar sobre isso. É quase secreto, por isso espero que a Deb não se importe que eu fale nisso agora”, disse Jackman a Katie Couric, citado pelo Daily Mail.

Jackman admitiu que ambos queriam adotar, mas que não esperavam que os seus planos fossem adiantados por não conseguirem conceber naturalmente. O casal adotou em 2000 o primeiro filho Oscar Maximilian, agora com 23 anos, e cinco anos mais tarde adotaram Ava, com 18 anos.

Deborra-Lee é conhecida pelo seu envolvimento em trabalho de assistência a órfãos a nível mundial e de auxilio em adoções internacionais, afiliando-se com várias associações, , especialmente na Austrália, de onde é natural. Em 2015, Deborra-Lee foi nomeada Australiana do Ano de New South Wales pelo seu trabalho em defesa das crianças.

Hugh Jackman e Deborra-Lee Furness conheceram-se em 1995 nas filmagens da série televisiva australiana Correlli, e casaram-se um ano mais tarde a 11 de abril de 1996.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 200€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa