Dark Mode 192kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia
i

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Os 15 oradores que não pode perder na Web Summit online (sem sair do sofá) /premium

De Serena Williams a Gwyneth Paltrow, passando pelo cofundador do Facebook, um executivo do TikTok e o líder do Zoom. São mais de 800 os oradores que nos próximos três dias vão estar na Web Summit.

    Índice

    Índice

É inédito. Pela primeira vez, a maior conferência de empreendedorismo e tecnologia da Europa vai decorrer exclusivamente online, de 2 a 4 de dezembro. A Web Summit From Lisbon (é assim que o evento se chama este ano) vai juntar mais de 100 mil pessoas, de 150 países diferentes, numa só plataforma, com vários canais. Esta televisão digital foi desenvolvida nos últimos meses por uma equipa de 250 pessoas e Paddy Cosgrave diz que representou um investimento de mais de 20 milhões de euros. Depois de ter sido testado, em junho, no Collision (evento irmão da Web Summit, que decorre tradicionalmente em Toronto, no Canadá), para um público de mais de 30 mil pessoas, esta vai ser a segunda vez que o software vai ser usado para levar a experiência da Web Summit a casa de cada um dos participantes.

Dividida por cinco canais temáticos, a Web Summit online não descurou nos seus cabeças de cartaz e, na impossibilidade de os levar ao Altice Arena — que desde 2016 tem sido a casa do palco principal da conferência — convidou mais de 800 oradores para marcarem presença num evento que vai ser marcado, sobretudo, pela pandemia de Covid-19, que levou, em 2020, vários eventos de tecnologia a serem cancelados. Destes 800, escolhemos 15 que achamos que vale a pena ver e ouvir, no conforto da sua sala ou do seu escritório. Pode encontrar os oradores selecionados abaixo numa ordem que é aleatória. Se ainda não sabe muito bem como é que esta Web Summit online vai funcionar pode sabê-lo aqui.

Como vai funcionar a Web Summit online?

Os 11 milhões do Governo, a pandemia e o fracasso das startups: “Ir à Web Summit nunca garantiu investimento a ninguém”

Ursula von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia

É uma das principais oradoras do arranque da Web Summit. No canal principal, logo às 12h10 de quarta-feira, a presidente da Comissão Europeia vai falar, durante 20 minutos, da visão que tem para a Europa — “Uma Europa para todos” –, numa altura em que o Velho Continente está enfrentar os vários desafios levantados pela pandemia de Covid-19. Será interessante perceber o que Ursula von der Leyen terá para dizer a todos os europeus presentes nesta Web Summit exclusivamente online.

A presidente da Comissão Europeia fala na quarta-feira, às 12h10

OLIVIER HOSLET / POOL/EPA

Eric Yuan, fundador e CEO do Zoom

Foi uma das empresas tecnológicas mais mediáticas da primeira vaga da pandemia, porque o crescimento súbito de utilizadores também pôs a descoberto os vários desafios que a empresa chinesa enfrenta em termos de segurança e privacidade. Na Web Summit de 2020, Eric Yuan vai estar à conversa  com Alyson Shontell, editora no Business Insider, durante 25 minutos, sobre o lançamento do Zoom, em 2011, o futuro das comunicações e da necessidade crescente da sociedade em termos de comunicação por vídeo. A talk chama-se “Zooming ahead: The Shaping of a new world” e acontece a 3 de dezembro, entre as 17h30 e as 17h55, no palco principal.

Margrethe Vestager, comissária europeia para a concorrência

É uma presença assídua e que raramente desilude. Com um discurso mordaz, Margrethe Vestager não tem deixado escapar a oportunidade de estar num evento com ampla visibilidade para tocar naquelas que são as grandes feridas dos gigantes da tecnologia em matéria de impostos, de abuso de poder no mercado ou de práticas desleais. É sempre uma das intervenções mais esperadas e nesta edição não será exceção. A comissária europeia vai conversar a 4 de dezembro com Nicholas Thompson, da Wired, sobre qual será o futuro digital da União Europeia. A conversa vai decorrer entre as 14h25 e as 14h45.

Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde

O homem que lidera a autoridade de saúde que mais tem tentado ajudar os países a lidar com a pandemia de Covid-19, a Organização Mundial de Saúde (OMS) vai estar na quinta-feira, 3 de dezembro, no palco principal da Web Summit, entre as 21h e as 21h10. Durante 10 minutos, Tedros Ghebreyesus vai responder à pergunta: In a global pandemic, WHO knows best?, que em português quer dizer algo como “numa pandemia global, quem é que sabe melhor?”, mas que em inglês faz um trocadilho com as siglas da OMS (WHO). Numa pandemia que está a ser fortemente marcada pelo recurso à tecnologia, é uma das intervenções que mais curiosidade suscita.

Tedros Ghebreyesus vai falar na quinta-feira, 3 de dezembro, entre as 21h e a 21h10

AFP via Getty Images

Blake Chandlee, vice-presidente do TikTok

Tem sido a app do momento, muito devido às sucessivas tentativas de Donald Trump para bani-la dos Estados Unidos. A app chinesa de partilha de vídeos curtos foi outra das que teve um crescimento bastante significativo com o rebentar da pandemia e que levou o próprio Facebook a oferecer um serviço concorrente dentro da app do Instagram, o Reels. Ex-executivo do Yahoo e do Facebook, Blake vai conversar com Gary Vaynerchuk (VaynerMedia) e com Alex Kantrowitz (Podcast Big Technology) sobre o último ano do TikTok (e o futuro), na quinta-feira, 3 de dezembro, entre as 20h35 e as 21h. A talk tem por título “TikTok’s unstoppable journey – today and tomorrow“.

Mark Cuban, o investidor americano do Shark Tank

Empreendedor, investidor e uma figura televisiva especialmente conhecida pela participação enquanto jurado do programa norte-americano “Shark Tank”, que em Portugal chegou a ser transmitido pela SIC. Mark Cuban vai estar na Web Summit From Lisbon no dia 2 de dezembro, para uma sessão de perguntas e respostas (uma das novidades desta sessão online), acessível a todos os participantes. Durante uma hora, entre as 16h30 e as 17h30,  o dono da equipa da NBA Dallas Mavericks vai estar a responder às perguntas da audiência. Curiosos? Nós também.

Gwyneth Paltrow, atriz e fundadora da Goop

Dispensa apresentações, mas não é pelos inúmeros papéis que desempenhou no cinema que vem à Web Summit. Gwyneth Paltrow vai estar na quarta-feira, dia 2 de dezembro, a conversar com Nicole Quinn, da Lisghtspeed Venture Partners, entre as 20h15 e as 20h40, sobre a plataforma que lançou, a Goop As duas mulheres, uma empreendedora e a outra investidora, vão falar sobre o processo de fundar uma empresa e conseguir captar investimentos. A plataforma de Paltrow tem sido bastante mediática pelo arrojo de alguns produtos. Resta saber se falará disso nesta Web Summit.

A talk com Gwyneth Paltrow decorre a 2 de dezembro, entre as 20h15 e as 20h40

Getty Images for goop

Jimmy Wales, fundador da Wikipedia

Já ninguém vive sem a Wikipedia. A fonte de informação mais conhecida da internet foi cofundada por Jimmy Wales, em 2001, e 19 anos depois continua a ser usada de forma aberta e a contar com a participação de vários voluntários pelo mundo todo. O empreendedor americano também vai estar na Web Summit online numa sessão de perguntas e respostas, que vai decorrer no dia 2, quarta-feira, entre as 11h20 e as 12h, ainda antes de Paddy Cosgrave, Fernando Medina e António Costa abrirem oficialmente a edição deste ano no canal principal.

Marta Temido, ministra da Saúde de Portugal

A ministra da Saúde vai passar pela Web Summit na quinta-feira, 3 de dezembro, entre as 14h e as 14h20 para falar sobre a gestão da pandemia da Covid-19 em Portugal. Num momento crítico para o país, Marta Temido é uma das governantes e figuras de topo portuguesas que durante os próximos três dias vão passar pelo canal Portugal, uma novidade desta versão digital do evento, que é inteiramente dedicada a figuras de relevo da atualidade nacional.

Serena Williams, filantropa e lenda do ténis

A tenista norte-americana Serena Williams vai estar à conversa com Jen Rubio, fundadora do unicórnio (empresa avaliada em mais de mil milhões de dólares) Away, que atua na área do design, e com Samantha Barry, editora executiva da Glamour, na quinta-feira, 3 de dezembro, entre as 20h05 e as 20h30, no canal principal. O mote para a conversa é “Game, set, match: Serena Williams x Away” e a ideia é discutirem o poder da colaboração entre os vários negócios e as lições de liderança que retêm das respetivas carreiras.

Vai ser possível ouvir Serena Williams na quinta-feira, entre as 20h05 e as 20h30

ANDY RAIN/EPA

Kevin Hart, comediante e CEO da Hartbeat Productions

Ator, comediante, produtor e empreendedor. Talvez não seja desta última faceta que se lembra quando ouve ou lê o nome “Kevin Hart”, mas o norte-americano é o chairman da LOL Network e fundador da Hartbeat Productions e da Hartbeat Ventures, através da qual faz parceria com a marca Fabletics Men. Nesta edição online da maior conferência de empreendedorismo e tecnologia da Europa, Hart vai estar juntamente com Adam Goldenberg, fundador do TechStyle Fashion Group e Eric Schurenberg, CEO da Fast Company, a conversar o futuro da roupa para a prática de desporto na sexta-feira, 4 de dezembro no palco principal entre as 17h20 e as 17h45.

Chris Evans, o Capitão América que também é empreendedor

Chris Evans é sobretudo conhecido por ser o super-herói “Capitão América”, mas além da carreira como ator, Evans acumula a de cofundador da A Starting Point, uma app de vídeo com uma missão cívica: ajudar os eleitores  a compreenderem melhor os temas políticos que mexem com o seu dia-a-dia. No último dia da Web Summit, na sexta-feira, vai ser possível ouvir o Capitão América a conversar com Laurie Segall (Dot Dot Media) e outros cofundadores da app sobre o que está esta aplicação a fazer pela história da democracia. A conversa vai acontecer no canal principal entre as 19h50 e as 20h25.

Eduardo Saverin, cofundador do Facebook

Foi um dos primeiros investidores no Facebook — que hoje é a maior rede social do mundo — e foi também um dos seus cofundadores. Eduardo Saverin vai estar na Web Summit para falar do seu papel também como cofundador e sócio da sociedade de capital de risco B Capital. Na quinta-feira, 3 de dezembro, vai estar à conversa com Raj Ganguly (B Capital Group) e com Connie Loizos (StrictlyVC) sobre o percurso entre as redes sociais e o investimento. A ideia é tentar antecipar o que vai ser o futuro do investimento em capital de risco em 2021. A conversa vai decorrer no canal principal entre as 19h45 e as 20h05.

Aaron Paul e Bryan Cranston, a dupla de “Breaking Bad” e cofundadores da Dos Hombres

É um dois em um. A dupla de atores Aaron Paul e Bryan Cranston ficou conhecida pela interpretação das personagens Jesse Pinkman e Walter White, respetivamente, na premiada série “Breaking Bad”, mas o que muitos não sabem é que são ambos os rostos por detrás da Dos Hombres, uma marca de mezcal (bebida alcoólica mexicana). Logo no primeiro dia da Web Summit vão ser os protagonistas de uma Happy Hour virtual e no palco principal, entre as 17h50 e as 18h10 vão conversar com Zach O’Malley, editor da Forbes, sobre o porquê de terem arriscado numa aventura empresarial que sai completamente fora da carreira enquanto atores. Apesar de ter pouco a ver com tecnologia, será curioso perceber como estão “Jesse” e “Walter” a dar-se como empresários.

A Web Summit tem-se vindo a realizar em Lisboa desde 2016, mas foi em 2018 que Paddy Cosgrave assinou um acordo com o Governo português para manter o evento em Portugal até 2028. Em troca, recebe um investimento de 11 milhões de euros por ano, financiado pelo Turismo de Portugal, IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. e Fundo de Desenvolvimento Turístico de Lisboa (alimentado pelas receitas geradas pela taxa turística paga por quem visita a capital portuguesa), que se manteve este ano, apesar de o evento decorrer online. Três milhões são atribuídos pelo município de Lisboa. A cláusula de rescisão do contrato é de 340 milhões por cada ano não cumprido.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.