Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Este ano festejou-se, a 20 de Julho, o cinquentenário da chegada de Neil Alden Armstrong à Lua, em 1969. Ao pisar o solo lunar, o astronauta norte-americano disse que, aquele seu pequeno passo, era um gigantesco avanço para a humanidade.

Quase uma década antes, a 12 de Abril de 1961, o cosmonauta soviético Iuri Alekseievitch Gagarin tinha sido o primeiro ser humano a viajar no espaço, a bordo da nave Vostok 1. Na história da epopeia espacial, norte-americanos e russos experimentaram êxitos e fracassos, como se a providência se tivesse encarregado de não dar a nenhum destes dois povos a exclusividade desta proeza de todo o género humano.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.