Hackers

Divulgados mais 20 gigabytes de informações do site Ashley Madison

Há mais dados na internet do site de infidelidade Ashley Madison, roubadas por hackers. O novo ficheiro tem 20 gigabytes e, agora, o ataque é dirigido ao CEO do site Noel Biderman.

“A vida é curta. Tenha um caso“, lê-se na página inicial do website Ashley Madison

Getty Images

Esta quinta-feira foram divulgados mais 20 gigabytes de informçaões roubadas por hackers do site Ashley Madison. Na quarta-feira, o grupo de piratas informaticos “Impact Team” já tinha divulgado na Internet 9,7 gigabytes de informações pessoais dos utilizadores do site, onde pessoas casadas podem encontrar parceiros para terem um caso. Nesta nova divulgação de dados – com mais do dobro do tamanho da anterior –, parecem vir a público documentos ligados à gestão do Ashley Madison, bem como emails da caixa de correio do CEO do site, Noel Biderman.

A nova divulgação de dados foi, tal como a anterior, feita na deep web encontrando-se entretanto a vir à ‘superfície’. Se o ataque anterior foi sobretudo dirigido aos clientes do site, agora o grupo de hackers quer intimidar os administradores de topo do Ashley Madison, nomeadamente, o CEO Noel Biderman que negou que as informações divulgadas esta quarta-feira fossem verdadeiras, relata o Mashable. Em modo de contra-ataque, com esta nova libertação de informações a “Impact Team” deixa uma mensagem esplícita: “Hey Noel, podes admitir agora que é real”.

Esta quarta-feira, os hackers que roubaram informações pessoais dos utilizadores do site divulgaram na Internet 9,7 gigabytes de dados roubados, tal como tinham ameaçado fazer caso o site não fosse desligado. A Avid Life Media, empresa detentora do site, confirmou esta terça-feira que se encontra “ativamente a monitorizar e a investigar esta situação para determinar a validade de qualquer informação publicada online“ revelou o Financial Times. As informações incluiram dados sobre mais de 30 milhões de utilizadores e 9 milhões de transações feitas com cartões de crédito.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site