Receitas

Areias de Cascais

114

Natural de Cascais, Clara de Sousa partilha a receita das famosas areias da vila no seu novo livro "A Minha Cozinha - Best of". Um dos segredos? Trocar a margarina por um pouco de banha.

A receita tradicional também não leva ovos.

Imagem retirada do livro "A Minha Cozinha - Best of"

Autor
  • Observador

Nascida e criada no concelho de Cascais, não podia passar ao lado do biscoito mais famoso da minha terra. Estas areias são feitas segundo o método tradicional, em que a farinha é o dobro do açúcar e, no total da gordura, 3/4 são de manteiga e 1/4 de banha. Apesar de haver receitas com margarina, desaconselho o seu uso. Areias com manteiga e um pouco de banha estão a outro nível! Deliciosas!

Ingredientes

  • 500 g de farinha T65 sem fermento
  • 250 g de açúcar
  • 225 g de manteiga sem sal
  • 75 g de banha

Preparação

Derreta a manteiga com a banha. Deixe arrefecer um pouco.
Numa taça, misture a farinha com o açúcar. Faça uma cova no meio, deite aí a gordura derretida e misture bem, com as mãos. Fica com uma areia grossa, que deve continuar a apertar até que a gordura se impregne totalmente nos secos. Deixe repousar meia hora.
Retire pedaços de massa para fazer bolinhas pequenas (20 g cada) — a massa desmancha-se por ser tão areada, por isso, para fazer as bolinhas, aperte a massa com força para se ligar e role-a suavemente entre as palmas das mãos.
Coloque uma folha de papel vegetal, ligeiramente untada, num tabuleiro.
Alinhe as bolinhas, um pouco afastadas entre si. Não as achate. Elas irão baixar ligeiramente devido ao calor.
Leve a forno pré-aquecido a 170 oC durante 25 minutos.
Aos 20 minutos, rode o tabuleiro, para uniformizar a cor. As areias ganham uma cor muito ligeira, mas não devem dourar.
Verifique se estão firmes e secas ao toque. Se ainda estiverem ligeiramente moles, deixe-as no forno mais um pouco. Desta forma garante que o interior fica bem cozido e seco, sem saber a farinha.
Desligue o forno, mantenha a porta fechada e deixe-as repousar no interior mais 10 minutos.
Passe-as, ainda bem quentes, por açúcar.
Conservam-se durante bastante tempo numa caixa com tampa.

Receita retirada do livro “A Minha Cozinha – Best of” (Casa das Letras), de Clara de Sousa, apresentadora de televisão e autora de um canal de YouTube dedicado a receitas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Família

Bons pais fazem asneiras de 8h em 8h

Laurinda Alves
759

Acrescentar a família com mais filhos sim, mas sem pensar demais, sem perder muito tempo, para não perder também a oportunidade e, sobretudo, para não ceder a argumentos acessórios, longe do essencial

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site