Logo Observador
Dicas Auto

O automóvel ideal para um jovem de 18 anos

110

Qual o carro ideal para um universitário preocupado com o ambiente e com os custos de utilização, que faça 50 km à semana, para aos fins-de-semana se atirar para os 150? Ponha à prova o Recomendador.

Será que estas são as chaves do automóvel que melhor se adapta às suas necessidades? Teste o Recomendador e descubra

Autor
  • Alfredo Lavrador

Entre o automóvel que gostaríamos de ter e aquele de que verdadeiramente precisamos, e, sobretudo, entre os modelos que podemos ou não pagar, a definição de carro ideal para cada um é algo que nem sempre conseguimos descortinar. Mas não desespere, pois o Observador fornece-lhe uma ferramenta para o ajudar a perceber se quer um SUV, mas do que necessita mesmo é de um coupé. Ou, se apesar de pretender um descapotável, é um monovolume que melhor vai ao encontro dos seus requisitos.

Para vermos como tudo funciona e colocarmos o Recomendador à prova em condições reais, nada melhor do que testar o sistema, que os nossos coders levaram alguns meses a afinar. Já está a 100%? Para lá caminha, sobretudo se contarmos com a sua ajuda e o seu feedback. Afinal, foi a pensar em si que esta ferramenta foi desenvolvida.

Mas voltemos ao que interessa, pois ainda antes de o Recomendador nos apontar qual o carro ideal, é forçoso fornecer-lhe uns dados, assim em forma de um questionário com um grafismo divertido e que convida à utilização, e cujo objectivo é definir o seu perfil e os seus hábitos.

Vamo-nos colocar, por momentos, na pele de um jovem universitário, a viver em casa dos pais e a quem os progenitores pensam comprar um carro novo. Só que, o promissor aluno – é bom que seja, pois de contrário adeus carro novo e olá transportes públicos – tem de encaixar as despesas de utilização do veículo na sua curta mesada, pelo que ou bem que corta nos custos, ou bem que lhe vai sobrar mês no final da mesada.

Se, em termos de contas, estamos conversados (limitámos o preço do veículo aos 40.000€), vamos agora às restantes características que ajudam a definir o veículo ideal: como jovem preocupado com o futuro, conduz devagar e tem preocupações ambientais, enquanto faz diariamente 50 km (15 de dia para a faculdade e 35 à noite – não interessa para onde), valor que ao fim-de-semana sobe para 150 km.

Posto isto, o Recomendador, após apenas umas breves milésimas de segundo – a sério, experimente, é tão rápido que até irrita – aponta para a solução: os veículos ideais para o universitário são três e todos eléctricos.

Esta opção entende-se, pois não só ainda não se paga a energia nos postos de carga públicos, como mesmo quando se recarrega a bateria em casa, especialmente em tarifa bi-horária, os custos correspondem aos de um motor diesel que consuma apenas cerca de 1,5 l/100 km. E, convenhamos, não há muitos.

As propostas avançadas pelo Recomendador são o Renault ZOE 240 (o mais barato, se optarmos não pela aquisição, mas pelo aluguer de baterias), o Volkswagen e-Up! (o mais acessível se considerarmos os três modelos com baterias incluídas) e o Nissan Leaf.

Note que aos preços avançados, é necessário retirar as ajudas à aquisição de automóveis 100% eléctricos atribuídos pelo Estado e pelo próprio fabricante, que não andam longe dos 5.000€ por veículo.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Já não há vida para além do défice

Rui Ramos

O plano é claro: viabilizar o regime português, não através da iniciativa dos cidadãos em Portugal, mas das transferências europeias, confiando na velha complacência de Bruxelas. 

Crónica

Um certo tempo

Miguel Tamen

O que é dizer uma coisa? Se eu contei um segredo a mim próprio não posso ser acusado de bisbilhotice ou de traição: não disse nada.