Homossexualidade

Gentil Martins reage à polémica causada pelas suas declarações sobre homossexualidade

4.753

Gentil Martins já reagiu à polémia causada por declarações ao semanário Expresso, onde abordou temas sensíveis como a homossexualidade ou as barrigas de aluguer.

Gentil Martins tem 87 anos e tem uma carreira ligada sobretudo à Pediatria e à Oncologia

ANDRÉ MARQUES / OBSERVADOR

A polémica atingiu tais proporções que Gentil Martins, um dos mais reconhecidos cirurgiões do país, foi obrigado a vir esclarecer as suas declarações publicadas no sábado no Expresso. Em entrevista ao semanário, Gentil Martins disse ser “completamente contra os homossexuais”, uma opção sexual que considerou uma “anomalia”, “um desvio de personalidade” comparável ao comportamento sadomasoquista e ao de “pessoas que se mutilam”.

Ordem vai abrir inquérito a Gentil Martins por dizer que homossexualidade “é uma anomalia”

Depois de ter também apelidado Cristiano Ronaldo de “estupor moral” por ter recorrido a barrigas de aluguer para ser pai, levantou-se uma onda de críticas à qual Gentil Martins resolveu responder. Numa nota publicada na página do Expresso, o cirurgião escreve:

Face à minha entrevista ao Jornal Expresso e dada a celeuma, que nunca desejaria que tivesse acontecido, gostaria desde já esclarecer que me limitei a responder a perguntas directas dos entrevistadores do Expresso.

Quanto a Ronaldo não ser exemplo, referia-me exclusivamente à escolha por “Barrigas de Aluguer”, permitidas por lei, mas das quais discordo totalmente, quer como Pediatra quer como Ser Humano. Isso nada tem a ver com os excepcionais méritos desportivos de Ronaldo, nem com a sua generosidade para com Instituições Sociais e crianças com dificuldades.

Por outro lado nunca foi minha intenção ofender a Mãe de Ronaldo, pessoa que não conheço pessoalmente.

Quanto à homossexualidade, lamento quem sofra com essa questão, que continuo a considerar anómala, sem no entanto deixar de respeitar os Seres Humanos que são.

A Ordem dos Médicos já recebeu queixas referentes às declarações de Gentil Martins.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Pobreza

O dia mundial dos pobres, uma hipocrisia?!

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Com o valor, certamente astronómico, da hipotética venda da Pietà, milhões de pobres, que vivem agora na miséria, poderiam ser significativamente ajudados.

Medicina

Mãe e avó

Pedro Vaz Patto

A respeitável intenção de ter um filho não pode levar a fazer deste um objeto de um desejo ou de um direito, a satisfazer esquecendo ou ultrapassado o seu supremo bem.

Pobreza

O dia mundial dos pobres, uma hipocrisia?!

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Com o valor, certamente astronómico, da hipotética venda da Pietà, milhões de pobres, que vivem agora na miséria, poderiam ser significativamente ajudados.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site