Paulo Portas

Paulo Portas fatura em média mais de 36 mil euros por mês

916

A Vinciamo Consluting, empresa do ex-vice-primeiro-ministro, somou um volume de negócios de quase 217 mil euros nos seus primeiros seis meses de atividade.

CARLOS BARROSO/LUSA

Paulo Portas faturou, entre os meses de julho e dezembro de 2016, uma média superior a 36 mil euros por mês, avança o Correio da Manhã. Nos primeiros seis meses de atividade (a sociedade foi criada em junho de 2016), a mesma empresa registou um volume de negócios de quase 217 mil euros através da sua empresa de consultadoria, a Vinciamo Consulting. O jornal baseia a sua notícia no relatório e contas da sociedade a que diz ter tido acesso.

Contactado pelo CM, o ex-vice-primeiro-ministro recusou-se a identificar os clientes da Vinciamo, alegando que a empresa “respeita a reserva de informação comercial quando a mesma também pertence aos clientes da empresa.”

Apesar dessa recusa por parte do ex-governante, as contas da empresa revelam que 66% do seu volume de negócios provém de Portugal, sendo que o resto da faturação provém de mercados comunitários (5%) e extracomunitários (29%).

A cobrança do trabalho realizado pelo ex-dirigente do CDS/PP é feita através da Vinciamo, por via da celebração de contratos de prestação de serviços entre essa empresa e os clientes.

De acordo com diversas notícias que foram publicadas e nunca desmentidas, Paulo Portas é, desde o verão passado, o consultor estratégico da Mota-Engil e da petrolífera mexicana Pemex.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site