Japão

Presidente filipino no Japão para abordar desafios regionais antes da cimeira da ASEAN

Na cimeira da Associação das Nações do Sudeste Asiático, Rodrigo Duterte vai reunir-se com primeiro-ministro japonês e devem trocar opiniões sobre o programa nuclear da Coreia do Norte

ROLEX DELA PENA/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente das Filipinas iniciou esta segunda-feira uma visita de dois dias ao Japão, durante a qual vai reunir-se com o primeiro-ministro nipónico para abordar desafios regionais antes da cimeira da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).

Durante o encontro, que vai ter lugar esta segunda, Rodrigo Duterte e Shinzo Abe devem trocar opiniões sobre o programa nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, bem como sobre outros temas de foro regional e internacional, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros japonês.

Antes de partir para o Japão, Duterte lançou um apelo ao diálogo com a Coreia do Norte, de modo a travar a escalada de tensão.

“Seria bom se os Estados Unidos, Japão, Coreia [do Sul] e o senhor Kim Jong-un falassem, para o convencer a sentar-se à mesa das negociações e para lhe dizer que ninguém o ameaça, que não haverá guerra” e que “não existe, de todo, nenhum plano para o eliminar”, afirmou Duterte, numa conferência de imprensa em Davao, nas Filipinas, citado pela agência de notícias japonesa Kyodo.

Tóquio considera que a visita de Duterte, a segunda desde que assumiu a presidência das Filipinas em junho do ano passado, constitui uma “boa oportunidade” para os líderes trocarem pontos de vista antes da cimeira da ASEAN, que vai decorrer em Manila em meados de novembro.

Antes da reunião com Abe, Duterte deve participar num evento empresarial e manter um encontro com o ministro dos Negócios Estrangeiros nipónico, Taro Kono, e com o presidente da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), Shinichi Kitaoka.

Após uma conferência de imprensa conjunta com Abe, Duterte vai estar num jantar oferecido pelo primeiro-ministro na sua residência oficial.

Na terça-feira, o Presidente filipino será recebido pelo imperador Akihito e pela imperatriz Michiko no Palácio Imperial, naquele que será o seu primeiro encontro com o casal real.

Duterte tinha previsto encontrar-se com os imperadores durante a visita que realizou ao país asiático em outubro do ano passado, mas o ato foi cancelado na sequência da morte do príncipe Mikasa, tio de Akihito.

Duterte chegou ao Japão de madrugada devido à passagem da tempestade tropical Saola pelas proximidades do arquipélago, que levou ao cancelamento de mais de meia centena de voos no domingo, obrigando-o a alterar a sua chegada ao aeroporto de Haneda e, por conseguinte, a encurtar a sua visita de três para dois dias.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site