Roteiros

Entre o verde e o azul, Sintra carrega nas cores (e fica-lhe bem)

210

Mais do que uma vila histórica e charmosa, o fascínio de Sintra encontra-se na sua capacidade de nos surpreender quando olhamos para ela de outro ângulo. É o que lhe propomos num roteiro com algum pó.

O Castelo dos Mouros, um dos "clássicos" para quem visita a região de Sintra

Autor
  • Observador

Sobre Sintra, já muito se disse e quase tudo se escreveu. Mas, por mais que se diga ou se escreva, este destino consegue ser cruel de uma forma bondosa: nunca se revela por completo; nunca se dá ver da mesma maneira; nunca pára de nos surpreender. Talvez seja esse o maior encanto desta terra que, por mais visitada que seja, acaba sempre por ter o condão de nos deixar embasbacados. Por um ou por outro motivo. A prová-lo, o número crescente de visitantes. A comprová-lo, uma indústria turística florescente que não pára de oferecer novas experiências, capazes de nos pôr a “viver” Sintra de mil e uma maneiras: de tuk tuk, de autocarro turístico, de charrete, de bicicleta, de jipe, de buggy ou… a pé.

Quem se quiser fazer ao caminho, tem muito por onde escolher (aqui pode ter uma ideia das diferentes alternativas). Por Sintra e arredores, os percursos pedestres estão a conquistar uma falange de adeptos, multiplicando-se ao ritmo que nascem novas empresas a explorar o filão do turismo de natureza. E natureza é coisa que não falta: são perto de 70 mil hectares a área abrangida pelo Parque Natural de Sintra-Cascais. Resultado: impossível começar numa ponta e terminar na outra.

Por isso, sugerimos-lhe uma partida (quase) no ponto de chegada. Estranho? Ora veja:

Por mais voltas que se dêem, é impossível escapar a duas cores: o azul do mar e o verde da exuberante vegetação. A geografia assim o determina, mas a paleta desdobra-se em inúmeros tons, consoante se tenha em mente um passeio pelos “incontornáveis” da vila – do Palácio da Pena ao Castelo dos Mouros, Quinta da Regaleira e afins – ou uma expedição mais aventureira, que troque a sumptuosidade palaciana pela Floresta Encantada ou pelo mistério do Bosque dos Cedros. E a lista poderia continuar. Eis aqui algumas sugestões, com a vantagem de usufruir de descontos:

Se prevê que a sua incursão demore mais que um dia (e nem é preciso arranjar desculpas para isso, pois motivos não faltam), as opções em matéria de alojamento vão das alternativas disponíveis no Airbnb, passando pelos hostels e guesthouses, até aos cinco estrelas que se instalaram na região. Aqui ficam algumas opções, que conseguem conciliar a comodidade com a beleza circundante e um preço atractivo:

Mas a verdade é que Sintra, além de nos regalar a vista com cenários dignos de uma tela, tem também a virtude de nos abrir o apetite. Ora, em matéria de gastronomia, o património é igualmente rico e a tradição é algo que se serve à mesa todos os dias. Sejam os deliciosos travesseiros e queijadas, ou propostas com mais sustento, caso do leitão de Negrais e da vitela à Sintrense. Deixando as carnes de lado e mergulhando na carta de peixes impõem-se, naturalmente, as migas à pescador ou uma açorda de bacalhau. Acepipes que sabem muito melhor num local onde a vista serve de entrada (senão mesmo de prato principal). Fique com estas sugestões e… bom proveito!

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site