Explicador

Taça das Confederações. Só é importante para quem a ganha?

Junho 201716 Junho 2017
Bruno Roseiro

O que é a Taça das Confederações?

Pergunta 1 de 11

Hoje é mais ou menos simples explicar o que é a Taça das Confederações: uma competição que se realiza de quatro em quatro anos e que junta os campeões continentais, o campeão mundial e o país organizador. Tudo simples, tendo até a vantagem de poder fazer um teste para o Campeonato do Mundo que se segue, neste caso na Rússia. No entanto, tudo começou com a Taça Rei Fahd.

Em 1992, na Arábia Saudita, juntaram-se três campeões continentais: Argentina da América do Sul, Estados Unidos da América do Norte, Costa do Marfim de África. Três anos depois, o número de participantes aumentou, com a Europa (Dinamarca) e a Ásia (Japão) a juntarem-se a Argentina, México e Nigéria. Não havia organização nem influência da FIFA na prova mas, mais tarde, o mesmo organismo acabou por legitimar os troféus de Argentina (1992) e Dinamarca (1995) de forma retroativa, como se tratasse já da Taça das Confederações.

De 1997 a 2005, a prova realizou-se de dois em dois anos mas com algumas “baixas”. A Alemanha, por exemplo, deu lugar à Rep. Checa, finalista vencida do Europeu, por não querer participar na prova. Em 1999, dois anos depois, a França, campeã mundial, também prescindiu. A partir de 2005, a organização passou a ser sempre do país que irá organizar o Mundial seguinte e a competição ocorre de quatro em quatro anos, em vésperas de Campeonato do Mundo.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site