Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O presidente russo Vladimir Putin falou na manhã desta sexta-feira com o recém-eleito presidente ucraniano Petro Poroshenko pela primeira vez, à margem das comemorações oficiais do 70º aniversário do Dia D, nas quais ambos participaram.

O breve encontro deu-se antes do almoço, quando Putin, Poroshenko e Angela Merkel se dirigiam para o castelo de Bénouville, na Normandia, onde a refeição foi servida. O presidente ucraniano – que toma posse amanhã – foi um convidado pessoal de François Hollande para as cerimónias do desembarque que mudou o curso da II Guerra Mundial.

Angela Merkel já havia dito, na sequência da cimeira do G7, que a Rússia tinha “grandes responsabilidades” no processo de paz da Ucrânia. Putin declarou que respeitaria o resultado das eleições ucranianas. A Reuters relata que, durante o encontro, os dois homens não apertaram as mãos, o que teria sido um reconhecimento tácito de Putin relativamente à legitimidade de Poroshenko.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR