Sousa junta-se ao brasileiro Guilherme Spinelli na defesa das cores da Mitsubishi Brasil e, a par de um intenso programa de testes para desenvolver o ASX Racing, a equipa vai disputar o Rali de Marrocos, além da próxima edição do Dakar.

Em declarações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, Carlos Sousa considera que, “um pouco a exemplo do que se passou em 2011, foi mais um daqueles convites inesperados, mas que surgiu na altura certa”.

“Não houve como recusá-lo, até porque se trata de um projeto altamente profissional e ambicioso, que me vai permitir regressar à competição ao mais alto nível”, disse o piloto.

Esta ligação à equipa Mitsubishi Petrobras marca também um regresso às origens.

“Apesar de já ter representado vários construtores ao longo da minha carreira, foi com a Mitsubishi que me estrei num Dakar e foi também com a marca que conquistei alguns dos meus maiores sucessos desportivos, dentro e fora de portas”, disse.

Carlos Sousa, que brevemente anunciará o navegador que o acompanhará no novo projeto, iniciou já o trabalho de desenvolvimento do ASX Racing, participando em duas sessões de testes realizadas em França e Marrocos, em junho.

A estreia oficial de Carlos Sousa com a equipa Mitsubishi Petrobras está agendada para o Rali de Marrocos, a penúltima jornada do ano pontuável para a Taça do Mundo FIA de TT, entre 03 e 09 de outubro.