Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O mundo é um lugar pequeno. E este disco que vos apresentamos esta semana também não é muito grande, chamem-lhe um EP ou um mini-álbum, pouco importa, é um formato cada vez mais comum e não só para bandas em início de carreira. O coletivo Time for T começa com seis canções que são o resumo multicultural de que são feitos, a partir do qual constroem a sua música.

A voz e a alma dos Time for T são do português Tiago Saga e a ele juntam-se em palco mais cinco elementos oriundos de Espanha, Inglaterra e Suíça. É dessa mistura de culturas e influências que resulta a toada folk e reggae que se ouve ao longo deste novo disco (3º EP), ao qual chegaram depois de receberem vários prémios, além das boas críticas da imprensa e sobretudo, do público.

“Time for T” foi gravado em Brighton e a canção que escolhemos para o ilustrar conta a história de Johnny, um homem dessa cidade que é mendigo durante o dia e se transforma em poeta quando cai a noite. Nada de novo neste estranho mundo cheio de histórias e que nunca será grande demais para os Time for T. Haja tempo.

timefortmusic.com

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR