271. É o maior número de imigrantes resgatados ao tentarem entrar em Espanha por via marítima desde 2006 num só dia. O caso ocorreu esta segunda-feira em Cádis, a sul de Espanha, quando as autoridades detetaram 28 barcos insufláveis com 267 pessoas, entra elas 39 e mulheres e três menores. O número subiu para 271 pelas 19h00. O bom tempo tem aliciado os imigrantes a fazer a travessia do estreito de Gibraltar.

De acordo com o jornal espanhol El Pais, os imigrantes estavam bem de saúde. Ainda assim foram levados para Tarifa para serem vistos por pessoal da Cruz Vermelha. As embarcações da equipa de salvamento marítimo intercetaram, primeiro, oito embarcações com 84 imigrantes que tentaram atravessar o estreito. Mais tarde, já com uma patrulha da Guardia Civil, foram resgatadas outras 15. Pela tarde, foram mais cinco. Na zona continuaram operações de busca há um meio aéreo a sobrevoar. Pelas 19.00 foram encontrados outros 43 imigrantes.

A Guarda Civil investiga se os barcos foram ali deixadas por uma outra embarcação, encarregada de transportar os imigrantes.

No domingo já tinham sido intercetadas duas embarcações com 27 ocupantes, passando já os 300 imigrantes que chegaram à costa espanhola em apenas 24 horas.

A polícia marroquina intercetou nas suas águas outras duas embarcações, não tendo sido divulgado o número de imigrantes que tentava chegar à costa espanhola.