Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O deputado Douglas Carswell anunciou esta quinta-feira a sua demissão do cargo para o qual foi eleito pelo Partido Conservador britânico e revelou que se irá a juntar ao UKIP de Nigel Farage. A decisão foi mantida em segredo até à realização de uma conferência de imprensa surpresa que teve lugar no Parlamento britânico, em Westminster.

O agora ex-deputado disse que a sua posição no Partido Conservador era “insustentável” e pediu aos eleitores para se juntarem a ele na sua cruzada, ainda que seja pelo UKIP. “Não é suficiente deixar o Partido Conservador e juntar-me ao UKIP. Vou-me demitir do Parlamento e apoiar o UKIP nas eleições intercalares de maio”, um escrutínio especificamente criado quando é necessário preencher um cargo político que ficou vago. “As coisas não precisam de ser assim. Vou pedir votos em Essex [condado pelo qual foi eleito] para que possa ajudar a mudar as coisas. A liderança conservadora não considera a sério a mudança. Se acreditasse que eles eram sinceros sobre a mudança, eu não estaria aqui”, disse Carswell na conferência de imprensa, citado pelo The Independent.

Em reação, o líder do UKIP, Nigel Farage, já veio dizer que a decisão de Carswell foi “a coisa mais corajosa, honrosa e nobre” que viu na política britânica. Douglas Carswell torna-se assim o segundo deputado a juntar-se ao UKIP depois de, em 2008, Bob Spink ter decidido abandonar, também, o Partido Conservador.

Na passada terça-feira Farage foi escolhido pelos membros do UKIP para disputar, nas eleições de 2015, o assento parlamentar de Thanet do Sul, um dos círculos eleitorais representado na Câmara dos Comuns do Parlamento britânico. No seu discurso após a eleição, Farage deixou claro que, caso não conseguisse nenhum assento em Westminster, se demitiria do partido. “Vou ter de lutar muito, será uma luta muito dura, terei de construir uma grande equipa de voluntários para este trabalho, mas acredito que possa fazê-lo”, disse.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR