Marinho e Pinto, eurodeputado eleito pelo MPT – Partido da Terra, anunciou que vai criar um novo partido político nas próximas semanas, ao jornal i. Pelo que o Observador apurou, essa decisão não foi comunicada ao MPT e vai contra alguns compromissos internos que o político tinha assumido.

“Infelizmente, não sei o que se passa. Não tinha conhecimento da sua saída”, afirmou José Inácio Faria, o segundo eurodeputado eleito pelo MPT para o parlamento europeu, em declarações ao Observador, lembrando que há “algumas semanas” que já não sabia nada dele.

José Faria diz que Marinho e Pinto tinha assumido o compromisso de concorrer nas eleições legislativas, que vão decorrer no próximo ano, pelo MPT. “Era o nosso candidato natural”, afirmou o eurodeputado.

Também era suposto o ex-bastonário da Ordem dos Advogados ter comparecido numa cerimónia em Bruxelas, nesta quinta-feira, onde se procedeu à integração do Partido da Terra na família política ALDE, Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa, não comparecendo sem emitir qualquer justificação.

Todos os membros do MPT tiveram conhecimento da nova incursão política de Marinho e Pinto pelos jornais. O presidente do MPT, John Baker Rosas, ficou “estupefacto” com a notícia avançada pelo jornal i, contou José Inácio Faria ao Observador. Entretanto, o presidente do MPT já enviou um pedido de esclarecimento a Marinho e Pinto por email.

“Sendo ele militante do MPT bem como chefe de delegação do MPT junto do Parlamento Europeu, aguardo um esclarecimento do mesmo para poder consultar a minha Comissão Política a fim de poder tomar uma posição institucional”, escreveu John Rosas, numa publicação na sua conta pessoal do Facebook.

“Um conjunto de personalidades está neste momento a ultimar os requisitos necessários para fundar a nova força política, com o objectivo de que o partido receba luz verde a tempo de poder candidatar-se às próximas legislativas, previstas para o final do ano que vem”, escreve o jornal i. O Observador tentou contactar o eurodeputado Marinho e Pinto, mas sem sucesso.