Parece um fait divers, mas lavar as mãos é tão importante para a saúde que a Organização das Nações Unidas instituiu, em 2008, o dia 15 de outubro como o Dia Mundial da Lavagem das Mãos. À medida que a resposta ao ébola tem vindo a afetar os serviços de saúde nos países atingidos, lavar as mãos pode ser fundamental para a contenção de doenças virais, avisa a UNICEF.

“Lavar as mãos com sabão é uma das ‘vacinas’ mais baratas e eficazes contra doenças virais, desde a gripe sazonal, à constipação mais comum,” afirmou Sanjay Wijesekera, responsável dos programas de água, saneamento e higiene da UNICEF. “As nossas equipas no terreno na Serra Leoa, Libéria e Guiné estão a reforçar a importância de lavar as mãos como parte de uma série de medidas necessárias para travar a propagação do ébola. Não é uma fórmula mágica, mas é um meio de defesa adicional que é barato e facilmente disponibilizado”, explicou, em comunicado.

Mas nem só nos países africanos é que lavar bem as mãos é fundamental. As mãos devem ser lavadas com água e sabão principalmente antes e depois das refeições, após ir à casa de banho, antes de preparar alimentos, de pegar em bebés e de coçar os olhos, de mexer com dinheiro e animais, ao tossir ou espirrar. O Observador explica os passos a seguir:

[jwplatform sekzao4O]

Só em 2013, mais de 340 mil crianças com menos de cinco anos morreram de doenças diarreicas devido à falta de água segura para consumo, saneamento e higiene básica. São quase mil por dia. A UNICEF distribuiu artigos de proteção, tais como fatos, luvas e lixívia, bem como 1,5 milhões de barras de sabão na Serra Leoa, e vários milhões na Libéria e na Guiné.

Depois, é preciso não esquecer a sua importância. Para lembrar o contributo da lavagem das mãos com sabão na prevenção de doenças comuns, mas potencialmente fatais, tais como a diarreia, há algumas atividades preparadas um pouco por todo o mundo para o Dia Mundial da Lavagem das Mãos. No Sri Lanka, por exemplo, mais de 38 mil alunos de 96 escolas vão participar em eventos no âmbito desta iniciativa juntamente com políticos e membros da sociedade. No Líbano, a mensagem ‘Proteja a sua saúde; lave as mãos’ vai ser enviada por SMS a centenas de pessoas. No Mali, vai decorrer uma campanha nacional nos media, bem como ações de lavagem das mãos e distribuição de barras de sabão em dezenas de escolas. Estão também a ser organizados vários eventos na Gâmbia, na Nigéria e no Camboja, entre outros países.