Caso José Sócrates

Costa pede a militantes que não confundam detenção de Sócrates com o PS

1.600

António Costa enviou um SMS aos militantes socialistas para travar erros do passado. Herança política de Sócrates reivindicada por Costa dificulta processo.

António Costa manda mensagem sobre a detenção de Sócrates

HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

António Costa enviou uma mensagem aos militantes socialistas em que pede que não confundam a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates com a ação do partido. O recado enviado por SMS diz que “os sentimentos de solidariedade e amizade pessoais não devem confundir a ação política do PS”.

Costa que será eleito secretário-geral do PS este fim-de-semana, sublinha que a investigação a Sócrates é um processo “que, como é próprio de um Estado de Direito, só à Justiça cabe conduzir com plena independência”.

“Caras e caros camaradas, estamos todos por certo chocados com a notícia da detenção de José Sócrates. Os sentimentos de solidariedade e amizade pessoais não devem confundir a ação política do PS, que é essencial preservar, envolvendo o partido na apreciação de um processo que, como é próprio de um Estado de Direito, só à justiça cabe conduzir com plena independência, que respeitamos”.

Com esta mensagem, Costa quis travar desde o início a contaminação da política por parte de um processo judicial. Tem presente ainda na mente o recente caso da Casa Pia – um escândalo que rebentou em  2003 quando foram detidas várias pessoas incluindo um dirigente do PS, Paulo Pedroso. Na altura, o então secretário-geral do PS, Ferro Rodrigues, que hoje é líder parlamentar encarou isso como um ataque ao PS. As chamadas lições da Casa Pia foram aprendidas por todos e os próprios dirigentes socialista da altura vieram a reconhecer mais tarde que erraram na forma como lidar com o caso judicial.

Para António Costa cabe “ao PS cabe concentrar-se na sua ação de mobilizar Portugal na afirmação da alternativa ao governo e à sua política”.

Este caso de Sócrates, no entanto, é mais delicado politicamente, uma vez que as suspeitas envolvem ações daquele enquanto primeiro-ministro, ou seja, no desempenho das funções políticas. Para mais numa altura em que Costa, candidato do PS a primeiro-ministro, recuperou por inteiro todo o legado dos anteriores Governos PS – de que o anterior secretário-geral António José Seguro procurava distanciar-se.

Mesmo assim, Costa não conseguiu travar algumas reações de socialistas que começam já a falar em campanha política, como a ex-eurodeputada Edite Estrela, amiga de Sócrates. “Qual a melhor forma de desviar as atenções do escândalo dos vistos gold?”, comentou no Twitter esta manhã de sábado.

 

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: asuspiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)