Um fogo florestal ficou fora de controlo hoje, na região de Adelaide, no sul da Austrália, com as autoridades a advertirem para um dos maiores perigos desde os incêndios devastadores e mortíferos de 1983.

Segundo responsáveis locais, as colinas de Adelaide, conhecidas pela sua produção vinícola, localizadas a nordeste da cidade, enfrentam “um incêndio incrivelmente perigoso”, acompanhado de fortes ventos e de elevadas temperaturas, contra os quais está a ser difícil lutar.

“Enfrentamos um fogo extremamente perigoso”, declarou o chefe dos bombeiros da Austrália do Sul, Greg Nettleton.