A antiga ministra dos Negócios Estrangeiros, a conservadora Kolinda Grabar Kitarovic, foi eleita presidente da Croácia, na segunda volta das presidenciais, indica uma sondagem à boca das urnas divulgada pela televisão pública croata (HRT).

Grabar Kitarovic, de 46 anos, obteve 51,4% dos votos contra 48,6% para o chefe de Estado cessante, o social-democrata Ivo Josipovic, de acordo com a sondagem do instituto IPSOS PULS.

Caso os resultados oficiais, que serão publicados durante a noite, confirmem a vitória de Grabar Kitarovic, ela será a primeira mulher presidente nos Balcãs eleita por sufrágio universal.

No final da primeira volta, há duas semanas, Josipovic, de 57 anos, jurista de formação e compositor de música clássica, que se candidatou a segundo mandato de cinco anos, venceu à justa a antiga chefe da diplomacia croata (2005-2008).

O resultado da primeira volta representou um duro golpe para Josipovic, candidato da coligação de esquerda no poder (SDP), que as sondagens davam inicialmente como grande favorito.

Antiga república jugoslava, independente desde 1991, a Croácia tornou-se, em 2013, o 28.º país-membro da União Europeia.