O consumo mundial de petróleo subirá para 92,3 milhões de barris diários em 2015, devido principalmente ao aumento da procura na Ásia e à desaceleração do ritmo de produção nos EUA resultante da queda dos preços, segundo a OPEP.

No primeiro relatório deste ano esta quinta-feira divulgado em Viena sobre a situação do mercado, a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) deixa quase inalterada os cálculos para a procura mundial de petróleo, ao estimar que esta deverá registar um acréscimo de apenas 30.000 barris por dia devido a uma revisão em alta da procura nos Estados Unidos e em vários países da Ásia.

Assim, segundo a OPEP, o mundo deverá consumir este ano mais 1,26% de petróleo do que em 2014.

A OPEP também manteve inalteradas as estimativas sobre o andamento da economia este ano, prevendo um crescimento mundial de 3,6% e uma ligeira melhoria da situação nos países ricos da Europa.

Contudo, a OPEP prevê que o consumo de petróleo na Europa registe uma nova queda, designadamente de 0,71% para 13,3 milhões de barris por dia.