Os caças F-16 foram originalmente concebidos e desenvolvidos para a Força Aérea dos Estados Unidos da América, de modo a complementarem os então sofisticados F-15. Desde a sua introdução em 1980, têm sido adotados um pouco por todo o mundo. Em Portugal, foram introduzidos na Força Aérea Portuguesa em 1994, data em que foram comprados aos EUA, ao abrigo do acordo de partilha da base das Lajes nos Açores.

Desde o seu desenvolvimento nos anos 80 que os F-16 se têm envolvido em inúmeros acidentes, muitos deles graves. A queda de uma aeronave esta segunda-feira em Espanha é apenas um exemplo dos muitos desastres que têm acontecido nos últimos anos. Fique a conhecer alguns:

  • Em Portugal, o primeiro acidente envolvendo um caça F-16 aconteceu em 2002. A aeronave despenhou-se na base militar aérea de Monte Real, em Leiria, ao tentar aterrar. O piloto, um operacional experiente com mais de 1.500 horas de voo, morreu durante o acidente.
  • Em 2008, também em Leiria, um F-16 despenhou-se num pinhal, a cerca de 600 metros da base aérea de Monte Real. O piloto conseguiu ejetar-se antes do impacto e não sofreu ferimentos. O avião, que realizava o primeiro voo de ensaio depois de ter sido submetido a uma operação de manutenção, ficou totalmente destruído.
  • Mais recentemente, em 2011, um caça português foi danificado durante uma operação de reabastecimento com um Airbus australiano. A aeronave foi atingida por uma peça que se soltou durante a operação de reabastecimento, tendo regressado de imediato à base de Monte Real.
  • Em 2013, um caça F-16 norte-americano despenhou-se num campo perto da base aérea de Luke no estado do Arizona, nos EUA. O avião estava a realizar um exercício de treino quando o acidente ocorreu. Os dois tripulantes conseguiram ejetar-se a tempo e não ficaram feridos.
  • Também no mesmo ano, um F-16 pertencente à Força Aérea chilena sofreu um acidente quando um dos pneus rebentou pouco tempo depois da descolagem. O incidente ocorreu no aeroporto de Antofagasta, a norte da cidade de Santiago. O terminal teve de ser temporariamente fechado, mas não houve feridos.
  • Em 2014, um F-16 norte-americano despenhou na Jordânia causando a morte do piloto. De acordo com fontes oficiais, citadas pela CNN, o caça despenhou-se pouco tempo depois da descolagem, quando se dirigia para uma missão de combate.
  • Em dezembro de 2014, um caça pertencente à Força Aérea grega caiu no mar ao largo da ilha de Creta, no sul da Grécia. Segundo informações divulgadas na altura pelo Ministério da Defesa grego, a aeronave sofreu uma falha mecânica durante um exercício de treino. Os dois pilotos conseguiram ejetar-se em segurança e foram recolhidos pela guarda costeira poucos minutos depois do acidente.