O Presidente da República timorense, Taur Matan Ruak, recebe hoje o primeiro-ministro, Xanana Gusmão, que previsivelmente lhe comunicará a sua demissão do cargo.

Fonte do gabinete de Taur Matan Ruak, que regressou no fim de semana de uma viagem à ponta leste de Timor-Leste, confirmou que o encontro entre os dois está previsto para as 15h00 locais (06h00 em Lisboa).

Só depois desse encontro, previsivelmente, Xanana Gusmão deverá anunciar publicamente a sua decisão, que implicará o fim do V Governo constitucional.

Oficialmente, o porta-voz do Governo timorense, Agio Pereira, confirmou na semana passada que “está em curso” o processo de reestruturação do executivo delineado no ano passado pelo primeiro-ministro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O anúncio oficial sobre a composição do Governo, mandatado até 2017 para conduzir Timor-Leste, deverá ocorrer no início da próxima semana”, refere-se num comunicado.

“O objetivo da reestruturação é tornar o Governo mais eficiente e eficaz, focando-o na prestação de serviços para o povo de Timor-Leste”, sublinha, remetendo mais declarações para “um momento apropriado”.

Fontes do Governo e da Fretilin confirmaram à Lusa que Xanana Gusmão teria convidado militantes do partido e membros do Comité Central para integrar o novo elenco governativo, marcado pela saída de cerca de 25 elementos.

Xanana Gusmão está a definir a composição do próximo executivo apesar de ele próprio se poder demitir do cargo de primeiro-ministro pelo que o próximo governo teria que, formalmente, ser definido pelo seu sucessor.

Fonte do partido de Xanana Gusmão disse também à Lusa que o líder timorense poderá ocupar outras funções no VI Governo Constitucional de Timor-Leste.

“Deixará o cargo de primeiro-ministro mas pode vir ainda fazer parte do Governo”, disse a fonte do Conselho Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT).

Fontes do Governo explicaram que Xanana Gusmão terá formulado convites a pelo menos quatro membros da Fretilin, na oposição, para que integrem o executivo, entre os quais um eventual candidato a primeiro-ministro, Rui Araújo, ex-ministro da Saúde e membro do Comité Central da Fretilin.

Os restantes convidados de Xanana, segundo as fontes, são o deputado da Fretiin Estanislau da Silva – que poderá ser um de quatro vice-primeiros-ministros com funções de coordenação – e a do também deputado Inácio Moreira, que deverá ocupar a pasta de vice-ministro das Telecomunicações.

Para o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros deverá ser nomeado o atual embaixador timorense na Coreia do Sul, Hernâni Coelho, também ele membro do comité central da Fretilin.