O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, afirmou esta sexta-feira que “nenhum grupo hoteleiro está impedido de abrir um hostel”, tendo em conta a legislação que foi aprovada pelo Governo na quinta-feira.

Adolfo Mesquita Nunes, que falava aos jornalistas no final da cerimónia de apresentação dos novos prémios da Ahresp – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, reagiu desta forma a eventuais críticas de empresários do setor sobre as novas regras para estes estabelecimentos e o crescimento que têm tido, nomeadamente em Lisboa.

As alterações legislativas ao diploma de alojamentos locais turísticos, que foram aprovadas na quinta-feira em Conselho de Ministros, incluem um novo artigo destinado especificamente aos ‘hostels’, mas deixam de fora o tipo de edifícios onde estas unidades turísticas devem funcionar, indicou o secretário de Estado, após a reunião do Governo.

Adolfo Mesquita Nunes disse ainda à Lusa que foi opção do Governo “não interferir na estrutura, nos serviços e no edifício de cada um dos ‘hostels’, deixando a liberdade criativa dos seus proprietários agir para satisfazer a procura que vão tendo”.