Luzes, câmara, música e… queda. Na noite em que se realizou mais uma edição dos Brit Awards, a maior entrega de prémios de música no Reino Unido, houve grandes vencedores e alguns vencidos. É o caso de Madonna que no final da cerimónia, onde tanto Ed Sheeran como Sam Smith venceram dois prémios, foi vítima de um acidente pouco feliz.

A cantora pop caiu em palco durante uma performance ao vivo, ao ser projetada de um lance de escadas. O acidente aconteceu depois de uma das dançarinas ter tentado remover a capa que a artista levava presa ao pescoço — ao que parece a coreografia ensaiada correu mal, uma vez que a capa não foi desatada a tempo. O momento da queda é algo aparatoso, com Madonna a aterrar no chão e sem jeito. Mas logo, logo, se levanta e continua atuação, terminando de cantar o tema Living For Love.

Mais tarde, a artista emitiu um comunicado onde disse estar bem e explicando que a respetiva capa (da Armani) estava “demasiado apertada”. “Nada pode parar-me e o amor realmente ajudou-me a levantar”, escreveu na rede social Instagram, numa referência à letra da música interpretada durante a cerimónia.

armani

 

Mas antes da queda aparatosa, houve prémios: coube a Ed Sheeran levar para casa a distinção mais cobiçada da noite, escreve a BBC. Trata-se do álbum do ano, de nome X, o qual foi o mais vendido em 2014 no Reino Unido. Sheeran ganhou ainda na categoria de melhor artista masculino britânico.

Sam Smith também brilhou com os prémios de artista revelação e sucesso global. Já Taylor Swift acabou por ser considerada a melhor artista internacional, o primeiro prémio que recebeu na cerimónia, oito anos depois de ter estreado a sua música no Reino Unido.

A lista completa da cerimónia que se realizou esta quarta-feira, 25 de fevereiro, no 02 Arena, em Londres, pode ser consultada aqui.