Os padres portugueses são campeões europeus de futsal, aliás, bi-campeões. A final da Clerigus Cup jogou-se esta sexta-feira na Áustria e foi a equipa portuguesa que saiu vitoriosa por uma bola a zero, avançou a agência Ecclesia.

Em comunicado, os jogadores dizem que a vitória frente à Polónia foi conseguida com “suor, dedicação e inspiração divina”.

“A seleção encontrou na final aquela que é considerada há muitos anos como a seleção mais forte de todo o campeonato, composta por sacerdotes fisicamente bem preparados”, refere o comunicado, acrescentando que o jogo foi “atípico, sempre com enorme intensidade, velocidade e muitos nervos à flor da pele”.

A vitória foi dedicada a “todos os portugueses” sem esquecer que se vive “tempo de crise”. Houve ainda tempo para uma menção à memória do Padre José Miguel Pereira, antigo jogador que hoje “defende as redes da baliza no campo eterno.”

Para chegar à final, a seleção portuguesa ganhou à Eslováquia, Albânia, à Bielorrússia, à Hungria e à Croácia.

O Europeu de Futsal de Padres, a Clerigus Cup 2015 contou com a participação de 220 sacerdotes de 16 países.