O primeiro-ministro de Timor-Leste, Rui Araújo, deverá ser transferido nas próximas horas, num avião, para Singapura e não para Bali, como inicialmente previsto, disse à agência Lusa o ministro do Interior, Longuinhos Monteiro.

O ministro falava à Lusa depois de visitar o primeiro-ministro timorense no Hospital Nacional Guido Valadares, em Díli, onde está internado desde a noite de domingo, hora local.

Segundo Longuinhos Monteiro, Rui Araújo “está estável”, tendo recebido hoje várias visitas.

Na última hora estiveram no hospital quer o Presidente da República, Taur Matan Ruak, quer o presidente do Parlamento Nacional, Vicente da Silva Guterres, assim como vários membros do executivo, que se deslocaram àquela unidade hospitalar para se inteirarem da situação de Rui Araújo.

Uma das pessoas que o visitou hoje foi o ex-Presidente da República, José Ramos Horta, que, numa mensagem na sua página no Facebook, confirmou que Rui Araújo vai ser transferido para Singapura.

“Ele estava completamente alerta, sorriu ao ver-me e falámos um bom bocado”, escreveu Ramos-Horta.

“O primeiro-ministro estava francamente bem disposto. Vai ser transferido para Singapura para observação mais especializada e tratamento”, afirmou.

Desde a noite de domingo que tem havido alguma confusão sobre o país para onde o primeiro-ministro timorense seria transferido para receber cuidados médicos adicionais.

Inicialmente estava previsto o transporte para Bali, na Indonésia, mas agora será transferido diretamente para Singapura num avião preparado para transporte de doentes.