O Banco de Portugal (BdP) emitiu hoje um alerta sobre três entidades que “não se encontram habilitadas” para exercer “a atividade de concessão de crédito ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão” do regulador.

As entidades e pessoas singulares em causa são João Manuel Martins Frade, Vítor Juvenal Martins Frade e VMJM – Consultoria Financeira e Investimentos Imobiliários, Lda.

“Mais se adverte que nenhuma sociedade detida, gerida ou administrada pelas pessoas acima indicadas está habilitada a desenvolver atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal, cuja lista pode ser consultada no sítio do Banco de Portugal na Internet”, acrescenta o banco central.