Fábio Paím, antigo prodígio da academia de futebol do Sporting, atualmente a jogar na Lituânia, foi acusado de violação de uma mulher pela segunda vez, já quem em 2012 tinha sido indiciado de crime semelhante, do qual acabou ilibado.

De acordo com declarações do porta-voz da polícia da cidade lituana de Kaunas, Kestutis Kasciukevicius, ao site desportivo lituano DELFI, o atleta da equipa do FK Nevezis não deixa dúvidas: “É suspeito de “violar uma mulher “.

“Eu sei que alguém o acusou, mas não posso comentar porque há pouca informação disponível”, comentou o diretor desportivo do Nevezis à DELFI, que conta que já falou com Paim. Segundo este dirigente, o jogador português explicou-lhe que houve “um mal-entendido”.

Fábio Paím, em declarações à Rádio Renascença, garantiu mesmo que foi “apanhado de surpresa com essas notícias” e que “as coisas estão a correr-me muito bem aqui [Lituânia]”. “Lamento que as pessoas não fiquem felizes com o meu sucesso. O que se está a falar em Portugal é uma falta de respeito por mim”, explicou Paím que desmente qualquer detenção, como chegou a ser noticiado.

“Claro que não fui detido, estou em casa e tenho treino esta tarde. Não sei o que se está a passar, mas se for necessário ir à polícia esclarecer as coisas, eu vou”, acrescentou.

Também o treinador do clube lituano já comentou o tema, dizendo que o jogador está numa má fase da vida e a “tentar subir para sair fora do poço”. “O Fábio é uma pessoa muito agradável e positiva. Ele já perdeu muito na vida e agora está a tentar subir para sair fora do poço. Dá para perceber que já foi algo no passado, mas agora já não é tão bom e aparenta alguns problemas psicológicos”, declarou o treinador o FK Nevezis, equipa que está no primeiro lugar da segunda liga lituana.

Fábio Miguel Malheiro Paím, que chegou a ser uma das promessas do futebol português, é um dos dois estrangeiros (não lituanos) da equipa do FK Nevezis. Paim era uma das pérolas da academia do Sporting, da mesma “fornada” que Cristiano Ronaldo. A expetativa sobre a sua carreira era tão alta que até Cristiano Ronaldo, na altura em que começou a chamar a atenção no Sporting, dizia: “Se me acham bom jogador, esperem para ver jogar Fábio Paím”.

O jogador, agora com 27 anos, começou a entrar num ciclo de empréstimos em 2007, que o levou ao Olivais e Moscavide, Trofense, Paços de Ferreira e até ao Chelsea, onde foi treinado por Luiz Felipe Scolari. Jogaria apenas pelas reservas devido a uma suspensão de 4 meses, por mau comportamento.

Após aparecer num anúncio que o declarava como alguém que “desperdiçou” uma carreira promissora — “Eu sou o Fábio Paím e desperdicei a minha oportunidade. Se não participares, seremos dois” –, o jogador parecia estar no bom caminho. Mas muitos apontam o álcool, noitadas e alegadas drogas tendo-se atravessado novamente na carreira do ex-jogador leonino.

De acordo com o porta-voz da polícia de Kaunas, o atleta pode agora incorrer numa pena de prisão de sete anos. Já em 2012 tinha sido alvo de uma acusação sexual em Cascais, mas na altura concluiu-se que estava em causa um ato de exibicionismo e voeyrismo, pois Paim foi acusado de espreitar casais a namorar em carros.