Joseph Blatter pode estar a pensar voltar como presidente da FIFA, menos de duas semanas depois da sua demissão. Segundo o jornal suíço Schweiz am Sonntag, uma fonte próxima do ex-presidente teria informado que este não excluía a hipótese de voltar à presidência da organização mundial de futebol, escreve o Telegraph. Joseph Blatter demitiu-se a 2 de junho na sequência do escândalo de corrupção, apenas duas semanas após ter sido reeleito (a 29 de maio) para o seu quinto mandato como líder da FIFA.

Uma outra fonte próxima do ex-presidente informou a BBC que este poderia desafiar o maior escândalo de corrupção até hoje na história do futebol e que “estava tudo em aberto”.

Algumas associações de futebol africanas e asiáticas terão solicitado a Blatter que repensasse a decisão, após este ter apresentado a demissão. A FIFA recusou-se comentar se o ex-presidente teria sido pressionado a ficar e algumas fontes classificaram as alegações como “absurdas”. A organização de futebol insistiu que nada teria mudado desde a demissão.