Civilização

Sete cidades antigas submersas pelo mar

1.927

Algumas das maiores cidades da civilização passaram da imponência terrena para o fundo do mar, grande parte devido aos desastres naturais que as arrastaram para a água. Conheça sete delas.

A existência da cidade perdida de Atlântida ainda continua uma incógnita na História da civilização. Mas em todo o mundo existem exemplos de cidades de grandes dimensões que foram submersas pela água do mar, deixando no fundo do oceano o rasto de grandes culturas.

A cidade de Alexandria será o exemplo mais conhecido pelo público, graças à imponência dos monumentos. Mas há cidades afundadas na Índia, Canadá e Jamaica, por exemplo. Os motivos são vários: os terramotos e outros desastres naturais são os mais comuns, mas em alguns casos a submersão foi propositada, na tentativa de criar barragens ou caminhos marítimos.

Se algumas destas civilizações acabaram esquecidas, outras tornaram-se pontos turísticos obrigatórios nos países de origem. Conheça sete exemplos lembrados pelo La Voz del Muro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
BBC

Civilização: uma herança frágil

João Carlos Espada

Faço votos de que a nova série sobre ‘Civilizações’ (no plural) exprima a mesma confiança nas virtudes da velha série sobre a ‘Civilização’: ordem, tranquilidade, decoro, modéstia, bom senso e beleza.

Civilização

Globos de Ouro, elites de palha

António Pedro Barreiro
313

Uma moral sexual radicada unicamente no consentimento é menos ética e mais vulnerável às relações de poder. Os Globos de Ouro teriam sido uma bela oportunidade para o dizer. Obviamente, não o foram.

Civilização

O homem que matou Liberty Valance

Paulo Tunhas

A fundação da sociedade ordeira não teve, ao contrário do que se pensa, origem no exemplar representante da lei. O verdadeiro herói fundador permaneceu desconhecido. Em sua substituição ficou a lenda.

Civilização

“Silêncio” não é “um retrato histórico”

José Miguel Pinto dos Santos
2.260

A nossa grande falha civilizacional é epistemológica. Já não se acredita que a realidade seja percetível objetivamente. Vivemos tempos em que todos somos Pilatos, prontos a ripostar “o que é verdade?"

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)