O Sporting vai jogar com o CSKA de Moscovo da Rússia, no playoff de acesso à Liga dos Campeões, o clube para o qual perdeu a Taça UEFA em 2005. O sorteio realizou-se esta sexta-feira na sede da UEFA, em Nyon, Suíça. Os russos têm no currículo europeu apenas um troféu, essa Taça UEFA conquistada aos leões no ano do ‘quase’ do Sporting.

2005 foi mesmo um ano de muito má memória para os leões. Na fase final do campeonato, o clube treinado por José Peseiro podia ser campeão e ganhar a Taça UEFA. Mas em quatro dias tudo foi por água abaixo. Primeiro foram as hipóteses de chegar ao título: frente ao Benfica, no derby realizado na Luz, o 0-0 aos 80 minutos valia a liderança, mas o golo de Luisão, já na fase final da partida, acabou com a esperança dos leões. Quatro dias depois, e logo no novo Alvalade XXI, foi o fim do sonho europeu. O Sporting marcou primeiro, mas o CSKA deu a volta ao marcador com uma vitória por 3-1 que lhe deu o único troféu internacional que ostentam.

Para chegar este playoff, o CSKA eliminou o Sparta de Praga com uma vitória por 3-2 fora e um empate em casa a 2 golos na anterior pré-eliminatória da prova. Os russos foram segundos classificados do campeonato russo na última época, seis pontos atrás do campeão Zenit, treinado pelo português André Villas Boas. Com três jornadas já disputadas, esta época seguem na frente, com os mesmos pontos do Zenit.

O CSKA é treinador por Leonid Slutskiy, que vai acumular o cargo com o de selecionador russo, ocupando o lugar deixado por Fabio Capello.

Os 10 vencedores do playoff, cuja primeira mão se disputa a 18 e 19 de agosto, e a segunda a 25 e 26, qualificam-se para a fase de grupos, à qual tiveram acesso direto 22 equipas, entre elas o Benfica e o FC Porto. O primeiro jogo entre Sporting e o CSKA é em Alvalade.

O outro jogo em destaque neste playoff é o Valência-Mónaco, que coloca frente-a-frente vários jogadores portugueses André Gomes, João Cancelo, Rúben Vezo (Valência), João Moutinho, Ricardo Carvalho, Bernardo Silva e Ivan Cavaleiro (Mónaco) e os treinadores Nuno Espírito Santo e Leonardo Jardim.

Segundo Octávio Machado, diretor desportivo do Sporting, a vitória neste jogo “é fundamental em termos de prestígio e em termos financeiros”. Para Octávio, o facto de se tratar de “uma viagem longa (até Moscovo), não pode ser impeditivo, de maneira nenhuma” para o Sporting conseguir “ultrapassar esse grande obstáculo”. “Temos a esperança de estar no próximo sorteio da UEFA no Mónaco”, concluiu o dirigente leonino, apontado assim baterias para os leões entrarem na fase decisiva da prova, a fase de grupos.

São estes os jogos do playoff da Liga dos Campeões:

Valência-Monaco

Rapid Viena-Shakhtar

SPORTING-CSKA MOSCOVO

Manchester United-Club Brugge

Lazio-Bayer Leverkusen

BATE Borisov-Partizan

Basileia-Maccabi

Celtic-Malmöe

Skenderbeu-D. Zagreb

Astana-APOEL

A final da Liga dos Campeões desta temporada tem lugar a 28 de maio no estádio Giuseppe Meazza, em Milão.